Fogão ecológico gera eletricidade na Amazônia

fogao_geraluxNa Reserva Extrativista Cazumbá-Iracema, no município de Sena Madureira (AC), 270 famílias (cerca de 1.300 habitantes) vão receber o fogão à lenha Geralux. Este modelo substitui o fogão à lenha tradicional que gera muita fuligem e usa caldeira. O novo fogão produz energia suficiente para acender cinco lâmpadas e ligar uma televisão ou outros equipamentos de baixo consumo de eletricidade, como rádios ou até um computador pessoal. Este tem ainda a capacidade de reter toda a fuligem que já é a 8ª causa de morte no mundo, segundo Organização Mundial de Saúde. O fogão também não utiliza caldeira. Isso simplifica sua construção e reduz riscos de acidentes.

“Durante minha infância, cansei de acordar de manhã com o nariz preto da fumaça da lamparina que iluminava nossa casa, enquanto eu e meus irmãos nos esforçávamos para estudar. Por isso sempre achei injusto que tantas pessoas aqui no Acre, no Brasil e no mundo não tivessem direito a um sistema de energia que iluminasse suas vidas com lâmpadas, que as tirasse do isolamento pela televisão, melhorando assim sua educação e até sua saúde. Foi para estas pessoas que inventei este fogão.”
Engenheiro Ronaldo Sato, criador do Geralux

Fonte: Agência Amazônia de Notícias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s