Artes Visuais: Memória da Gravura em Serigrafia na Paraíba

Duas décadas da história da gravura em cartaz a partir de amanhã (10) em João Pessoa/PB.  A exposição é oportunidade para conhecer ou rever o melhor da produção de artistas visuais com o uso da técnica da serigrafia, um processo de impressão feito em vários tipos de materiais e superfícies no qual a tinta é vazada – pela pressão de um rolo ou puxador – através de uma tela preparada.

O termo serigrafia (serigraph, em inglês) é creditado a Anthony Velonis. Ele foi  influenciado por Carl Zigrosser, crítico, editor e nos anos 1940, curador de gravuras do Philadelphia Museum of Art. Ele propôs a palavra serigraph (em inglês), do grego sericos (seda), e graphos (escrever), para distinguir o trabalho de criação realizado por um artista dos trabalhos destinadas ao uso comercial, industrial ou puramente reprodutivo.

Na mostra paraibana trabalhos de Alberto Dias, Alcides Ferreira, Bruno Steinbach, Chico Dantas, Chico Ferreira, Chico Pereira, Didier Tisseyre, Dory Focke, Dyogenes Chaves, Elpídio Dantas, Fred Svendsen, Flávio Tavares, José Altino, Kaká SantaCruz, Marcos Pinto, Miguel dos Santos, Pedro Osmar, Raul Córdulo, Régis Córdula, Régis Cavalcanti, Rodolfo Athayde.

No evento de abertura, às 20h, também será lançada a revista Terceira Pessoa selecionada pelo Programa BNB de Cultura 2009.

Usina Cultural Energisa
Av. Juarez Távora, 243 – Torre, João Pessoa, PB
83 3221 5346/3221 6343

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s