Moda: a hora e a vez dos tamancos

Tamanco tem salto meia-pata, algodão e renda renascença.

Os tamancos ou clogs foram febre durante os anos 1970 e 1980 e estão de volta. A Comparoni lança sua coleção (desenhada por Romero Sousa) inspirada na cultura regional. Com base no algodão colorido da Paraíba* e da renda Renascença, de forte tradição no artesanato local, os acessórios têm dezenas de opções, das rasteiras às plataformas. Neste post destacamos alguns dos belíssimos tamancos. Mas a coleção completa no Catálogo Babel das Artes no Flickr. Lançamento em 3 de julho na Francal. À venda na Babel das Artes, sob encomenda. Preços diferenciados para lojistas.

Tamanco salto cubano, algodão colorido e renda renascença presos por tachinhas douradas.

Tamanco com salto cone, algodão e lacê de renda.

*Ecologicamente e socialmente justo: A Comparoni/Z-AZ faz parte do grupo Natural Cotton Color. A cooperativa de moda que baseia toda a sua produção no algodão da Paraíba — especial e único porque já nasce colorido, sem uso de corantes ou aditivos (certificado pelo Embrapa). O plantio e a colheita são organizadas por cooperativas no sertão da Paraíba e ajudam a manter os pequenos agricultores no campo. As rendas produzidas com linha branca, são tingidas com corantes naturais obtidos da casca de caju e de cebola e fazem composição harmoniosa com o algodão de tom rubi. A produção envolve 400 rendeiras organizadas em cinco associações no Cariri Paraibano.


Visite nosso novo blog: www.babeldasartes.com.br/blog

Babel das Artes apóia Bolsa de Tendências

O lançamento do Bolsa de Tendências,  novo produto da Babushka, foi realizado durante o Social Media Brasil 2010 — evento internacional que discute o mercado sul-americano de mídias sociais e marketing digital. A agência de brand entertainment nos convidou para participar da ação: enviamos duas bolsas que seriam entregues de acordo com o perfil dos palestrantes (veja todos aqui).

A bolsa Canoa, feita com chita pela associação de mulheres As Cabritas de Boa Vista e a bolsa Mosaico (veja mais detalhes aqui), produzida com algodão biológico da Paraíba (já nasce colorido) da Comparoni, do grupo Natural Cotton Color, foram entregues para as palestrantes Sara Holoubeck e Jessica Faye Carter, ambas norte-americanas.

Bolsa artesanal Canoa M tem chita desfiada à mão e depois retecida no tear de pregos.

Bolsa Mosaico, de algodão orgânico (já nasce colorido). O tecido é produzido em tear manual.

Luto: Paraíba perde 4 músicos em acidente

No dia 1 de julho, Radegundis Feitosa, Benedito Honório, Adenilton França o cantor Rogério da Orquestra Sinfônica da Paraíba faleceram vítimas de um acidente ocorrido na BR 361, entre as cidades de Itaporanga e Piancó, no sertão paraibano.

Radegundis Feitosa (foto) era doutor em trombone performance pela “The Catholic University of América” de Washington D.C., U.S.A (1991), mestre pela “The Juilliard School” de New York, U.S.A (1987) e bacharel pela Universidade Federal da Paraíba (1983) onde também lecionava. O músico também fazia parte do grupo Sexteto Brassil,  formado por professores do Departamento de Música da Universidade Federal da Paraíba.

O Sexteto Brassil é o conjunto de metais e percussão com repercussão internacional. Confira a performance do grupo no vídeo abaixo. Além de Radegundis, fazem parte do grupo os músicos: Ayrton Benck, Cisneiro Andrade, Gláucio Xavier, Glauco Andreza e Valmir Vieira.

Frase do dia, por Vik Muniz

“A grande crise de relevância que a arte contemporânea atravessa hoje não é por falta de público, cultura ou interesse; é pelo preconceito conservador e paranóico de pessoas que vêem a cultura como um privilégio, e não como um direito”.

Entrevista completa com o artista visual Vik Muniz no G1

Artes Visuais: exposição tem arte feita por robôs

As máquinas estão cada vez mais independentes, expressiva e interativas. É o que mostra os trabalhos expostos no Itaú em São Paulo. A exposição Emoção Artificial 5.0 começa hoje e faz parte da V Bienal de Arte e Tecnologia.

'Bion' de Adam Brown e Andre H.Fagg traz 'seres vivos' robóticos, que se manifestam com a presença humana. Foto: divulgação.

Robô do alemão 'autoportrait' faz retrato do espectador (e o apaga logo depois de terminado). Foto: divulgação.

De 1 de julho a 5 de setembro
Itaú Cultural – Av. Paulista, 149, próximo à Estação Brigadeiro do Metrô
De terça a sexta-feira, das 9h às 20h; sábados, domingos e feriados, das 11 às 20h
Entrada franca

Veja mais no G1

Atenção imprensa: PAC para cidades históricas é piada?

Em agosto de 2009 foi mencionado aqui o PAC das Cidades Históricas. Pois só agora, quase um ano depois, a verba será liberada, mas o investimento é baixo: pouco mais de R$ 1 milhão — para ser dividido por 30 cidades.
Só para se ter uma ideia do absurdo que é: a previsão de gastos na reforma do Maracanã para a Copa do Mundo de 2014 era de R$ 430 milhões (saltou para R$ 500 milhões).

No texto divulgado pela assessoria de imprensa: “O programa tem por objetivo a revitalização urbana, a melhoria da qualidade de vida e o fortalecimento da gestão dos municípios atendidos. Os acordos a serem assinados prevêem recursos totais da ordem de R$ 1,129 milhão, das esferas federal, estaduais e municipais, os quais serão aplicados em ações que vão ser implementadas nos próximos quatro anos (2010-2013).”

As cerimônias de assinatura do acordo de adesão foram em Belo Horizonte (MG) e a outra em Belém (PA). Nesta quinta-feira (01), a assinatura será com a prefeitura da cidade de São Luís, no Maranhão.

Presos superam desafios com artesanato

A empresa gaúcha Reciclage, sob a liderança de Ricardo Rocha e Maíra Fontoura, tem como modelo de negócio a fabricação e comercialização de produtos feitos em áreas de exclusão social e baixa atividade econômica.

A partir deste conceito, criaram o projeto “Reciclando Vidas”, para a inclusão social de presos através da produção artesanal de sacolas e brindes corporativos.

O projeto vem se consolidando no Instituto Penal de Viamão com 700 detentos em regimes abertos e semi-abertos. As oficinas permanentes são ministradas pela Maíra Fontoura do blog Reciclagem Arte.

Brinde corporativo feito com lata reciclada

Sacolas feitas com jornais e revistas

Empresas Interessados em adquirir os produtos, oferecer matéria-prima ou ser parceiros podem obter mais informações pelo site http://www.reciclage.org ou pelos telefones 9666-2863 e 8440-3333.