Arquivo da tag: arte

Artes Visuais: exposição tem arte feita por robôs

As máquinas estão cada vez mais independentes, expressiva e interativas. É o que mostra os trabalhos expostos no Itaú em São Paulo. A exposição Emoção Artificial 5.0 começa hoje e faz parte da V Bienal de Arte e Tecnologia.

'Bion' de Adam Brown e Andre H.Fagg traz 'seres vivos' robóticos, que se manifestam com a presença humana. Foto: divulgação.

Robô do alemão 'autoportrait' faz retrato do espectador (e o apaga logo depois de terminado). Foto: divulgação.

De 1 de julho a 5 de setembro
Itaú Cultural – Av. Paulista, 149, próximo à Estação Brigadeiro do Metrô
De terça a sexta-feira, das 9h às 20h; sábados, domingos e feriados, das 11 às 20h
Entrada franca

Veja mais no G1

Anúncios

Livro mapeia 4 séculos de Artes e Ofícios em Pernambuco

A Identidade da Beleza, Artifices do Século XVI ao XIX em Pernambuco, de Vera Lúcia Costa Acioli, é um livro que nomeia as profissões e os responsáveis pelas artes e ofícios em Pernambuco durante quatro séculos. Imagens, mobiliário, pinturas, talhas, elementos decorativos os mais diversos, principalmente os que ornam as igrejas. Pretende contribuir em textos e imagens para as diversas áreas da história, como a iconografia, o universo mental e religioso, as artes e ofícios, a história urbana, a decoração arquitetônica, a história social e econômica (sinopse da Livraria Cultura).

O lançamento pela Editora Massangana será no próximo dia 17 no “Palácio Soledade”, na Av. Oliveira Lima, 824, bairro Boa Vista, Recife, PE.

Chagall no Museu de Arte de São Paulo

Começa no dia 23 a mostra do modernista europeu Marc Chagall (1887-1985) com 178 gravuras. A mostra será no Masp depois visita Minas e Rio. A curadoria é de Fabio Magalhães, e a mostra denominada “O mundo mágico de Marc Chagall – Gravuras” será no Masp, em São Paulo, e depois passa uma temporada em Minas Gerais e no Rio de Janeiro. Abaixo, algumas gravuras que estarão na exposição. Clique para ampliar.

Fonte: Catraca Livre

Grife de luxo relaciona “feito à mão” com arte

“Tradição” e “feito à mão” tornaram-se as expressões favoritas da indústria de luxo para tentar reforçar suas credenciais como marcas dignas de se investir. Os novos anúncios da grife francesa Louis Vuitton apresentam diferentes artesãos de suas fábricas e histórias sobre as tarefas necessárias para a criação de artigos de couro. Acima, confira o visual da campanha que remete às pinturas de Vermeer. O objetivo é relacionar os produtos da marca à raridade e valor das obras do artista. Abaixo, duas pinturas: Rendeira e Moça com Brinco de Pérola.

Gostou do post? Então vote na gente! Estamos concorrendo ao TOP BLOG

Filme Mc Donald´s Inundada gera debate sobre Política e Arte

Na próxima quinta, dia 10, ocorre uma mesa-redonda Política da Arte, com exibição e debates sobre filme do grupo dinamarquês Superflex — McDonald´s Inundada — às 19h, na sala Aloísio Magalhães, Fundaj Derby.

O evento reúne os críticos e curadores Luis Camillo Osório (professor da PUC-RJ e curador do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro) e Jochen Volz (curador de Inhtotim e curador-adjunto da 53ª Bienal de Veneza, realizada em 2009), com mediação de Moacir dos Anjos, Coordenador de Artes Visuais da Diretoria de Cultura da Fundação Joaquim Nabuco, curador da 29ª Bienal de São Paulo e do programa Política da Arte.

McDonald’s Inundada está em cartaz até 20 de dezembro, na Galeria Vicente do Rego Monteiro, na Fundaj Derby, onde pode ser visto de terça a domingo, das 15h às 20h. O filme mostra o que o título sugere: uma lanchonete da McDonald’s sendo invadida por uma água que não se sabe de onde vem, até ficar completamente submersa, e busca evocar questões como globalização, homogeneização de hábitos culturais (em particular, alimentares), saúde pública, responsabilidades e efeitos do aquecimento global, controle midiático de gostos e do lazer, dentre outras.

Os trabalhos do grupo dinamarquês Superflex se destacam por questionar estruturas de poder, e já foram exibidos em diversas partes do mundo.

Últimos dias para conferir as individuais de artistas paraibanos

Wilson-Figueiredo-artista-paraibano

Até 30 de outubro, Wilson Figueiredo expõe obras com cenas e personagens rurais. A principal característica da obra do paraibano é a técnica mista de desenho em arame, fixado de forma tridimensional sobre eucatex. O efeito luz e sombra materializa o calor e a sol sertanejos, referências de sua região de origem.
Local: Hall da Energisa, BR-230, Km25 – Cristo Redentor – João Pessoa – PB – (83) 2106-7000 De segunda à sexta-feira, de 7h30 às 17h30

lucia-frança-artista-paraibana

Até 3 de novembro, a exposição de Lúcia França estará ocupando a sala de exposições do Centro Cultural São Francisco. “Motricidade” reúne diversas técnicas e suportes demonstrando a flexibilidade da artista. Na mostra, destaques para a gravura, a fotografia e a escultura.
Praça São Francisco, s/n – Centro Histórico – João Pessoa – PB (83) 3218-4505

Selma Sanches, Francisco Milhorança, Lucia França, José Otávio Freire e Wilson Figueiredo

Selma Sanches, Francisco Milhorança, Lucia França, José Otávio Freire e Wilson Figueiredo

Arte da periferia ganha visibilidade em João Pessoa/PB

MAP-arte-periferica-joao-pessoaA fim de mostrar a arte que a comunidades do Porto do Capim, São Rafel, Timbó e Citex produz, a partir de 21 de outubro tem início a I Mostra da Arte Periférica (MAP), na Estação Cabo Branco. A exposição coletiva reúne o resultado de oficinas na periferia, com grafite, fotografia, literatura, cinema, artes plásticas, música, multimeios e comunicação digital.

A mostra, com curadoria de Gigabrow, permanece aberta a visitação do público até o dia 29 de novembro das 10h às 18h até na Estação Cabo Branco, Ciência, Cultura e Arte no bairro do Altiplano. Entrada gratuita.

Artistas | Jailson, Minelo, Lêgo, Mumia, Rotty, Cassiano, Dykwan, Darcy Lima, Mc Léo Thomas, Beto Souza, Alcelines Poffty, Joálisson Cunha, Gilvan Gonçalves, Johnny Labaredas

Vernissage dia 21 de outubro às 16h30.