Arquivo da tag: Artes Visuais

Barbie presente até nas Artes Visuais

Barbie em O Violino de Ingres (1924), de Man Ray

Outro dia encontrei um post interessante no Mulheres no Comando que aborda a força da imagem da Barbie (que já está com 51 anos) na cultura e no consumo no mundo todo.

A boneca influencia principalmente a Moda, mas o post chamou a atenção para o uso do ícone em releituras das obras de Veermer ou de Andy Wharol. Depois desta desta descoberta, fomos garimpar e descobrimos ModismoNet releituras até de Man Ray e Otto Dix. Dá uma espiada — é bem divertido!

Barbie em Moça com Brineo de Pérola (1665/6), de Johannes Veermer.

Frase do dia, por Vik Muniz

“A grande crise de relevância que a arte contemporânea atravessa hoje não é por falta de público, cultura ou interesse; é pelo preconceito conservador e paranóico de pessoas que vêem a cultura como um privilégio, e não como um direito”.

Entrevista completa com o artista visual Vik Muniz no G1

Artes Visuais: exposição tem arte feita por robôs

As máquinas estão cada vez mais independentes, expressiva e interativas. É o que mostra os trabalhos expostos no Itaú em São Paulo. A exposição Emoção Artificial 5.0 começa hoje e faz parte da V Bienal de Arte e Tecnologia.

'Bion' de Adam Brown e Andre H.Fagg traz 'seres vivos' robóticos, que se manifestam com a presença humana. Foto: divulgação.

Robô do alemão 'autoportrait' faz retrato do espectador (e o apaga logo depois de terminado). Foto: divulgação.

De 1 de julho a 5 de setembro
Itaú Cultural – Av. Paulista, 149, próximo à Estação Brigadeiro do Metrô
De terça a sexta-feira, das 9h às 20h; sábados, domingos e feriados, das 11 às 20h
Entrada franca

Veja mais no G1

Mostra de humor gráfico traduz influência do futebol na cultura brasileira

“Craques do Cartum na Copa” é uma exposição que reúne trabalhos de 11 de cartunistas com curadoria do cartunista e jornalista José Alberto Lovetro, presidente da Associação dos Cartunistas do Brasil.

A mostra tem como mote a influência do futebol na cultura brasileira. São onze cartunistas contando a história do futebol em seus momentos mais tragicos ou cômicos: Chico Caruso, Henfil, Paulo Caruso, Ziraldo, Cárcamo, Dálcio Machado, Fernandes, Gustavo Duarte, Miécio Caffé, e Otávio. O desenhista Maurício de Sousa apresenta na exposição Dieguito, personagem inspirado em Maradona. Um texto de Hélio de la Peña, integrante do Casseta & Planeta, apresenta o catálogo e homenageia Bussunda.

Felipão na charge de Gustavo Duarte

A exposição “Craques do Cartum na Copa” será aberta ao público no dia 8 de junho, e vai até 11 de julho no CCBB-SP no Centro de São Paulo. Grátis.

Artes Visuais: retrospectiva de Abelardo da Hora chega a João Pessoa-PB

Depois de passar por Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo, a exposição Amor e Solidariedade, de Abelardo da Hora, chega em Jõao Pessoa, PB. A mostra é uma retrospectiva: já são 60 anos de produção artística após sua primeira exposição individual no Recife/PE.

O acervo é composto por mais de 100 peças entre esculturas, gravuras, tapeçarias e recursos multimídia. Além de peças dramáticas como o Memorial aos Retirantes e Hiroshima, algumas obras fazem referência a danças brasileiras tipicamente carnavalescas como o Frevo e o Maracatu. Em 2010 o escultor/pintor/desenhista pernambucano completa 86 anos.

A fome e o brado - Abelardo da Hora

Amor e Solidariedade – Abelardo da Hora, 60 anos de arte
Abertura quarta-feira 2/6 às 19h até 8/8
Estação Cabo Branco, Ciência, Cultura E Artes – Altiplano Cabo Branco, João Pessoa, PB
Terças a sextas-feira das 9h às 21h. Sábados e domingos das 10h às 21h

Leia também sobre Tributo a Mario Cravo Neto.

Conexão Artes Visuais: confira lista contemplados Nordeste

A Funarte divulgou nesta sexta-feira, 28 de maio, a relação dos 30 projetos contemplados pelo Conexão Artes Visuais 2010. O Conexão Artes Visuais, realizado com patrocínio da Petrobras, vai viabilizar festivais, salões de arte, mostras, palestras, seminários, debates, oficinas, mapeamentos, publicações e exposições, entre outras ações de fomento às artes em todo o Brasil. Cada um dos proponentes contemplados receberá R$ 55 mil para colocar seu projeto em prática.

Veja abaixo a lista de contemplados no Nordeste:
Projeto: Antonio Dias – Uma trajetória.
Proponente: Fundação Ormeo Junqueira Botelho – João Pessoa

Projeto: Arte e Formação – SPA 2010.
Proponente: Prefeitura da Cidade do Recife – Recife

Projeto: Artes Visuais Sergipe – Conexões.
Proponente: Sociedade Semear – Sergipe

Projeto: Continuum – Festival de Arte e Tecnologia Do Recife.
Proponente: Rec – Beat Produções Artísticas – Recife

Projeto: Heterotopias – Alpendre 10 anos.
Proponente: Alexandre Veras Costas – Fortaleza

Projeto: Mestre Julio – Mestre da Fotopintura.
Proponente: Editora Tempo D’imagem Ltda – Fortaleza

Projeto: Quando é arte? Processos Criativos.
Proponente: Espaço Cultural Casa da Ribeira – Natal

Projeto: Revista Tatuí.
Proponente: Ana Luisa Freitas – Pernambuco

Projeto: Sonoro diamante negro.
Proponente: Suely Nascimento – Belém do Pará

Alex Flemming: ação pela democratização da arte

Este mês, a instalação da obra “Galileu Galilei” do artista visual Alex Flemming foi parar nos bilhetes da loteria federal. A iniciativa da Caixa Econômica Federal teve como objetivo homenagear o Dia do Artista Plástico, mas o artista visual viu a oportunidade para criar uma ação em prol da democratização da arte.

O brasileiro, radicado em Berlim há 20 anos, que não ganhou nenhum centavo pela cessão da imagem, veio imediatamente para o Brasil para carimbar  tinta acrílica e escrever à mão suas iniciais AF em alguns bilhetes. A ação foi realizada no MAMAM de Recife, no Museu Nacional de Belas Artes (MNBA), do Rio de Janeiro e no Museu de Arte de São Paulo (Masp).

Em entrevista à revista Época, o artista visual justifica a perfomance: “Quando faço isso, retiro do bilhete sua efemeridade e faço com que ele se torne uma obra de arte. Ao mesmo tempo, dou a chance de qualquer brasileiro ter um objeto artístico instantâneo em suas mãos. Gratuitamente.”
Bacana, Alex. Espero que outros artistas sintam-se inspirados neste sentido: a democratização do acesso a arte.

A instalação de Alex Flemming estampa o bilhete da loteria federal.