Arquivo da tag: bijuteria

Medalhão folk para mulheres estilosas

Colar longo com globo pintado em epoxi

Medalhão de metal pintado à mão

Medalhão hippie-chic com pintura epoxi

Nós achamos que o estilo hippie chic deveria durar pra sempre. É só para reafirmar, garimpamos estes longos colares de metal pintados com tinta epoxi. O acabamento é feito com resina transparente. O resultado é impecável. O cordão é de algodão encerado. Acessório indispensável para antenadas que curtem peças diferenciadas. Artesanato contemporâneo pernambucano, visse?

Anúncios

Tendência: colar-cachecol de tiras de tecido

colar-de-tecidoStephano Diaz e Troy Mattison Hicks começaram a vender seu cachecol-colar Necklush nas ruas de Nova York, em novembro de 2008. O sucesso foi imediato. A peça é feita de uma única tira circular de tecido de algodão macio e, em seguida, são colocadas em camadas para criar uma escultura para o pescoço. A impressão nos tecidos é feita à mão com serigrafias e inclui desenhos tribais.

Dá para usar de várias formas e os designer têm criaram cinco tamanhos diferentes). O próximo passo será incorporar novos materiais (jóias, penas) e tecidos (caxemira, seda) em seus projetos.

Leia mais: Timeout

colar-cachecol-artesanal-de-tecido

Escapulário de Santo Antônio, São Pedro, São João e até São Jorge

Escapulário com strass e cordão de algodão

Escapulário com strass e cordão de algodão R$ 23 + frete

Há uma década começou uma santa mania: estampar ou customizar roupas com os santos católicos. Assim, bijuterias, crucifixos com strass e estampas religiosas entraram definitivamente nas vitrines de todo o país.

Na Babel das Artes, em João Pessoa, PB, temos escapulários com strass com imagens de São Jorge, Santo Antônio (foto), São Pedro e São João. Os três últimos fazem menção aos festejos juninos — forte manifestação cultural no Nordeste e que atrai nesta época olhares e visitas de todo o Brasil para o interior do estado, principalmente Campina Grande, na Paraíba.

Escapulário vem do latim “escapula”, que significa armadura, proteção. A função do escapulário na história da Igreja é muito parecida com a do rosário, constituindo-se numa das mais antigas e populares formas de devoção. O escapulário original, traz a imagem de Nossa Senhora do Carmo e outra do Sagrado Coração de Jesus, mas agora há variações porque cada um tem seu santo de devoção. Na Babel das Artes,  São Jorge e Santo Antônio são os mais chamam a atenção das pessoas.

Colar artesanal de pedra da Bahia

pedrasbahia

pedrasbahia13

Novos colares da turma de Ilhéus pra nossa vitrine. As pedras (agatha, ametista, ônix, olho de tigre, quartzo rosa, quartzo verde, pedra do sol, entre outras) são polidas e o cordão é de palha de buriti, com detalhes em metal. Show.

O preço é R$ 40 + frete.
Para saber o custo do frete envie e-mail para babeldasartes@gmail.com

Anel de vidro artesanal – técnica fusion

bijus-29-09-08-141Chegaram mais bijoux de vidro da artesã Beth, de Curitiba. Os anéis tem base regulável e várias cores.

R$ 13,00 cada

Para ver mais fotos envie e-mail para babeldasartes@gmail.com

Fonte de notícias

Logo que entrou na loja, Graça nos pareceu familiar. Conversa vai, conversa vem, chegamos à conclusão que não a conhecíamos mesmo. No entanto, descobrimos que há pouco tempo ela trabalhava com dois antigos colegas nossos, dos quais há tempos não tínhamos mais notícias. Bacana, né? Não é a primeira vez que os amigos e conhecidos surgem vibrantes na memória e no cotidiano através de outras pessoas…

A jornalista Graça levou para Brasília alguns acessórios para cabelo produzidos com escamas de peixe da coleção de Cleide Cunha. As bijoux são feitas à mão por uma associação de mulheres capacitadas e orientadas pela designer em Recife, PE.

Entusiasmo pelas bijoux artesanais

Elas chegaram na Babel das Artes em João Pessoa e logo a paulistana Luzia (no meio) descobriu na loja o colar Carajás, feito com escamas de peixe e pedras brasileiras da coleção de Cleide Cunha. Decidiu presentear uma amiga de sua cidade, mas resolveu provar antes. Aí aconteceu o óbvio. Ela caiu em tentação e comprou mais um pra ela e, claro, brincos para combinar. O certo é que tudo isso ocorreu com o incentivo das amiga Luzia, de Santo André, SP (à esquerda), e Sueli, de São Caetano (à direita). Luzia pegou carona no carrinho de compras e garantiu para ela um par de brincos produzidos por uma família de artesãos em Goiânia, GO.

As bijoux de Cleide Cunha são produzidas à mão por uma associação de mulheres capacitadas e orientadas pela designer em Recife, PE.