Arquivo da tag: bolsas artesanais

Alegria e disposição pra garimpar arte popular

marisa+olgaMarisa e Olga vieram passear em João Pessoa. Uma é socióloga, a outra antropóloga. Apaixonadas por arte popular e artesanato, já tinham no roteiro uma passagem pelo Mercado de Artesanato, em Tambaú, e uma parada na Babel das Artes, que Marisa conheceu pela internet.

Elas se encantaram com a loja. Encontraram presentes pra elas e pra amigos e parentes. Mas não foi fácil decidir o que levar. Foram várias agradáveis visitas pra escolher carteiras e bolsas de chita, das Cabritas de Boa Vista/PB; bijoux feitas com escamas de peixe, da Flor do Mar; miniaturas de cerâmica de Serra Branca/PB. Com dificuldade, Marisa deixou pra trás a boneca feita com papel machê e cabaça, do artista paraibano Babá Santana (ela continua sentadinha, esperando o seu pedido).

Anúncios

Carteira feita com chita tem um nova opção de tamanh

Todos já viram por aqui a carteira de mão feita com chita desfiada. Trata-se de produto social feito por cooperativa de mulheres. O design e a rusticidade das peças agradaram o mercado externo e as carteiras são líderes na exportação para a Itália, França e EUA.

A novidade é que a oferta foi ampliada. Agora tem também o tamanho PP na coleção: enquanto a carteira G (nº 1) tem 30 larg. x 17 cm alt. e a carteira M (nº 2) tem 28 cm larg. x 13 cm alt., a carteira PP (nº 3) é bem menor: tem  20 cm larg x 11,5 cm alt.

As carteira são feitas com chita desfiada e tramada em tear de pregos. O acessório é forrado, estruturado e com fecho em metal imantado. Detalhe: por dentro da  G e da M tem bolso com zíper. Todas vem customizadas com um fuxico.

carteiras-tamanhos-P-M-PP

Diversas opções de cores. Para ver preços clique no botão abaixo.

Maxibolsa artesanal: para sair bem vestida

bolsa-artesanal-saia

A maxibolsa tem 67 compr, 55 alt, 13 prof. e, ainda, 50cm de alça

Além de garantir estilo a quem usa, nada é mais prático do que estas maxibolsas chamadas carinhosamente de “Bolsa Saia”. Gigantes e confortáveis, elas são feitas à mão no maior capricho para caber tudo o que você quer e precisa levar: das chaves à garrafinha de água mineral, sem esquecer o Ipod, o celular, o bloco de notas, a maquiagem, o absorvente, as revistas, a barrinha de cereais… e os outros segredos de bolsas de mulher.

Para garantir a organização interna, a dica para quem adora bolsas gigantes é separar  os “assuntos” em nécessaires diferentes, de preferência transparentes, para facilitar a visualização.

Maxibolsa: cabe o mundo dentro dela!

Maxibolsa: cabe vários necessaires aqui dentro


Bolsas artesanais da Babel das Artes vão para Bordeaux, França!

Babel das Artes for export

Ai que chique: Babel das Artes agora é "for export"

Estamos empolgados! Enviamos a primeira remessa internacional. As bolsas artesanais foram despachadas para a França. A negociação ainda está caminhando, mas as amostras das bolsas de tecido com fuxico, flores e frutas já estão a caminho.

As bolsas com designer de Dadá estarão à venda na região de Bordeaux — conhecida pela produção de vinhos. Às vezes a gente pensa que poderíamos ter feito permuta: algumas peças artesanais em troca de uns tintos, também artesanais, da região!

Seria ótimo, não é mesmo? De qualquer forma, façamos um brinde! Tin-tin

Novas bolsas artesanais já estão na loja virtual

Chegaram novas bolsas da coleção de fuxicos, sianinhas, flores, frutas e badulaques de tecido. Pusemos várias na loja virtual Babel das Artes. Difícil é escolher, não é mesmo? Vai lá e garanta logo a sua. Você sabe que a designer não repete o padrão de tecido, só os modelos… Então, aproveite. Esta é só uma amostra. Você encontra muito mais em nossa loja virtual.  E ainda com a vantagem de poder comprar com cartões de crédito, se quiser!

bolsa balão

bolsa balão

Bolsa Caixa

Bolsa Caixa

Bolsa Elza

Bolsa Elza

Bolsa Bela M

Bolsa Bela M


Dúvidas? envie e-mail para babeldasartes@gmail.com

Grife para a classe A também valoriza artesanato regional

Colares do Recôncavo baiano

Colares do Recôncavo baiano

A badalada Le Lis Blanc firmou parceria com as baianas do povoado de Maracangalha, no Recôncavo Baiano. A partir de agora as mulheres serão fornecedoras de bijuterias artesanais para a grife. As artesãs de Muzambinho, em Minas Gerais, também emplacaram na vitrine da loja as bolsas-sacolas produzidas em tear com fio de algodão trançado.

A dica é de Catarina Arimatéia, colunista de moda e estilo que afirma: “O melhor de tudo é que a parceria entre artesãs e grife, além de divulgar o artesanato regional, ajuda as comunidades em seus projetos sociais”.

sacolas feitas por artesãs em MG

sacolas feitas por artesãs em MG

Bolsas artesanais do Nordeste na novela da Globo

bolsa-catarina-mina7A novidade foi garimpada no site Use Fashion:a personagem Mia, interpretada pela atriz Paloma Bernardi, vai usar na novela “Viver a Vida”, as bolsas com técnicas artesanais como tear e crochê da marca cearense Catarina Mina. A produção da novela conheceu as peças durante a Fashion Business 2009, realizada no Rio de Janeiro.
As bolsas vibrantes, coloridas e floridas são desenvolvidas pelas designers Joana de Paula e Celina Hissa.

Comemoramos a iniciativa da produção da novela porque, com certeza, esta referência dará novo impulso para as artesãs e designers do Brasil que trabalham com confecção de bolsas e acessórios artesanais. Só não vale copiar a Joana e a Celina, hein, galera! O desafio é criar e aproveitar a boa maré que deve surgir, já que o desejo por bolsas será reforçado pela novela!

bolsa-catarina-mina1

bolsa-catarina-mina2bolsa-catarina-mina3babeldasartes@gmail.com