Arquivo da tag: cajazeiras

Cerâmica bordada com flores do Sertão da Paraíba

A produção de louças é uma herança cultural no sertão da Paraíba. O Bairro São José é referência antiga na produção de panelas, pratos, fruteiras e outros utensílios de barro. O grupo de mulheres de Cajazeiras é denominado Loiça e as artesãs ganharam admiração pelo design inovador de seus pratos de barro. O trabalho da costura no barro surgiu para personalizar e dar identidade às peças e utilitários. As referências surgiram depois de uma pesquisa da iconografia local orientada por profissionais. Além das flores do sertão, tema recorrente, algumas peças também são “impressas” com labirinto, renda tradicional na Paraíba, o que dá um uma textura diferenciada — além de reforçar a identidade da produção.

Detalhe de ceramica bordada do Sertão paraibano

Detalhe de ceramica bordada do Sertão paraibano (LOI 001)

A iconografia local inspira os bordados

(LOI 001) A iconografia local inspirou os bordados. 19 cm de diâmetro = R$ 28

Impressão com Renda Labirindo dá textura à peça

(LOI 002) Impressão com textura de renda Labirindo e bordado 24 cm de diâmetro = R$40

Cerâmica bordada destaca flores do sertão (LOI 003)

(LOI 003) Cerâmica bordada destaca flores do sertão 24 cm diâmetro = R$ 40 VENDIDO

Ceramica preta com bordado em algodao

(LOI 004) Cerâmica preta com relevo labirinto e bordado 26 cm diâmetro = R$ 52

babeldasartes@gmail.com

Hoje a centenária Cajazeiras/PB faz aniversário

foto Marcus Alberto

foto Marcus Alberto

Foto Galdino Vilante

Foto Galdino Vilante

São 146 anos de emancipação, mas pelo menos 180 anos de história!
Localizada no extremo ocidental do estado paraibano, a origem da cidade de Cajazeiras está ligada à “Escolinha de Serraria”, criada por volta de 1829 pelo padre Inácio de Souza Rolim, no sertão nordestino.

A escola conseguiu atrair estudantes de vários municípios circunvizinhos e até de outras províncias, em razão do referencial em educação que se tornou. Em função da grande movimentação, Cajazeiras se desenvolveu e sua história hoje explica a frase “a terra que ensinou a Paraíba a ler”.

Para homenagear a figura do padre Rolim, nascido no dia 22 de agosto de 1800, a prefeitura de Cajazeiras programou uma semana de apresentações culturais, que inclui seminários sobre o padre Rolim, até apresentções de dança e música, além de desfile e hasteamento de bandeiras.