Arquivo da tag: cordel

Cordel e acessórios de escama de peixe na bagagem

renatoedianaRenato e Diana moram em Rio Branco, no Acre, e adoram viajar. Vieram conhecer João Pessoa e se encantaram.

Renato parou na frente da Babel das Artes pra dar um tempo, esperando a esposa, “perdida” em alguma loja. Viu os livros de Cordel, gostou, e levou o cd, com 9 histórias contadas pelo autor, Vicente Campos Filho.

Daí, chegou Diana. E começou a diversão. Ela adorou o trabalho com escama de peixe da Flor do Mar. Levou bijoux, quadro com rosa, porta-guardanapo, cabideiro… e não parou aí. Arrematou também um colar e um par de brincos produzidos artesanalmente com vidro, da designer curitibana Beth. Mulher de bom gosto.

O cordelista Vicente Campos Filho nasceu em Patos/PB, também é jornalista e reside em João Pessoa há cinco anos. Produz livros de cordel e também narra as histórias em cd.

As peças em escama de peixe da Flor do Mar são da coleção da designer Cleide Cunha, produzidas artesanalmente por uma associação de mulheres em Recife/PE.

Anúncios

A gramática nos versos do cordel

O emprego dos porquês
Há quem ache complicado.
porque de todo jeito:
Porque junto, separado,
Com acento, sem acento,
porque pra todo agrado!

Em versos como esses, o professor de português Janduhi Dantas Nóbrega divulga a literatura de cordel e ensina a nossa gramática em escolas do sertão paraibano. O livro aborda a fonologia, a semântica, a morfologia e a sintaxe da língua portuguesa, seguindo toda a métrica e técnica dessa arte totalmente nordestina. A idéia de fazer um livro ensinando gramática através de versos surgiu da dificuldade de seu casal de filhos aprender a matéria pelo sistema tradicional.

Janduhi é de Patos/PB. Agente cultural e professor de Português, leciona atualmente em colégios e cursinhos pré-vestibulares nas cidades de Patos, Princesa Isabel, Pombal e Sousa, interior da Paraíba.

a-gramatica-no-cordel1Na Babel das Artes você encontra esse livro e outros títulos de histórias de cordel.

A Gramática no Cordel,
de Janduhi Dantas Nóbrega
Editora Sal da Terra, 6ª edição

Beto Brito e o cordel da Paraíba no Programa do Jô

beto-britoAcabamos de conhecer este artista genial na Rede Globo. Impressionante! E pensar que ele estava aqui do nosso lado, em João Pessoa, e a gente só foi conhecer ele agora, na TV…

Seu disco “Imbolê – cordel e som na caixa” é, de acordo com o seu release, “um caldeirão borbulhante  de todas as influências sonoras e literárias do nordeste brasileiro (…) Assim  caminha  o  Imbolê, entre guitarras distorcidas, violas e rabecas, zabumbas, cítaras e grooves eletrônicos, reverenciando a  alquimia das fusões entre o pop e o  regional, flertando  com  o rap-rock, sampleando com  as  baladas  e cirandas, na pancada irreverente do baião elétrico.”

O disco é produzido por  Robertinho  de  Recife, com  participação  especial  de Zé Ramalho e a poesia de  Zé Limeira.  Vem acompanhado de doze livretos autorais, recheados  de  martelos, ditados populares e emboladas, completando assim a obra.

Gostamos muito do que ouvimos. Confira vc mesmo em www.betobrito.com

Coleção Contar em Cordel

Ok, não é novidade, mas só outro dia descobrimos esta genial coleção de livros da editora Escala Educacional. São quatro títulos: “A Lenda do Vaga-Lume” criação de Zé Maria de Fortaleza, “A ousadia da Onça e o Poder da Formiga” do genial Mestre Azulão, “O Gato de Botas” por Rouxinol do Rinaré” e “A História de Barbazul” de Klévisson Viana que além de poeta e escritor, ilustra com xilogravura toda a coleção.

fonte: http://fotolog.terra.com.br/tupynanquimeditora