Arquivo da tag: cultura brasileira

Livro retrata artista Dorival Caymmi “sem folclore”

Caymmi-sem-folcloreSegundo o pesquisador musical André Domingues, autor do livro “Caymmi sem Folclore” (adaptação de seu mestrado para a USP), o artista não cantou e sim, recriou a Bahia. Ele acredita que a arte caymmiana não está no universo do folclore, dos pescadores e de candomblé, mas no contexto da indústria cultural, no mundo do rádio, do disco e do cinema.O autor revela que Caymmi procurou dar certo, adotando a estratégia da tentativa e erro. Para o autor, Caymmi respondia com a sua obra a estímulos diretos daquele contexto e momento histórico — reforçando que a Bahia de Caymmi, pelo menos àquela época era essencialmente carioca, isso sim. Será que vai ter polêmica?

 

Caymmi Sem Folclore. De André Domingues. Editora Barcarolla. 150 págs., R$ 25.

Anúncios

Designer cria móveis inspirados em Caruaru/PE

armario

armario com xilo de J. Borges

Marcelo Rosenbaum usa manifestações da arte popular como referência e, por isso mesmo, o arquiteto/designer é um grande divulgador.  Esta é uma via de mão dupla já que ele acaba por lançar luzes sobre a cultura regional contribuindo com a sua crescente valorização.  Assim, depois de ter feito móveis impressos com rendas labirinto — reverenciando uma técnica de artesanato recorrente na Paraíba — sua nova linha de móveis atual é inspirada na feira de Caruaru, patrimônio cultural do Brasil, no agreste pernambucano.
As peças contam xilogravuras de J. Borges – mestre na ilustração da literatura de cordel. As peças têm cores inspiradoras e são feitas de pínus natural (100% cultivado). O trabalho envolveu reuniões e encontros de conscientização ambiental para que toda a equipe se sentisse envolvida com a iniciativa. Os móveis são vendidos na Micasa.

banco

Banco de Corda na cor laranja caju

Bufê preto carcará

Bufê preto carcará

Fonte/fotos: casa.com.br

Fórum debate sobre política cultural para a área de arte e tecnologia digital no Brasil

Em parceria com o Fórum da Cultura Digital Brasileira, o Mackenzie sedia nesta quinta-feira (23) uma mesa redonda que discutirá a produção de arte digital no Brasil, assim como sua distribuição e adaptação à cultura brasileira.

O evento contará com estudiosos do tema e terá abertura de José Murilo Jr, gerente de Cultura Digital do Ministério da Cultura. A intenção do encontro é formular um documento propondo ao Ministério da Cultura uma política cultural para a área de arte e tecnologia digital.

“Pretendemos diagnosticar quais os problemas existentes neste campo para então formular as propostas de políticas públicas e ações que este grupo deve tomar”, explica o professor do Mackenzie e curador Cícero Inácio da Silva.

A programação, que começa às 9 horas, é gratuita e será transmitida em tempo real no culturadigital.br/aovivo.

Fonte: caderno link Estadão

4º Seminário de Comportamento e Consumo, RJ

Estão abertas as inscrições para o evento que será realizado pelo SENAI/CETIQT nos dias 1 e 2 de setembro no Copacabana Palace, no RJ. Durante o seminário, serão apresentados os resultados de um estudo inédito no país: o DNA Brasil, fruto de uma parceria entre a instituição e o Future Concept Lab, instituto de pesquisas de tendências de consumo sediado em Milão. O trabalho busca identificar e analisar as características da cultura brasileira, do comportamento e das manifestações artísticas e sociais que possam contribuir para o processo criativo de designers em diferentes áreas.

Informações pelo telefone 2582-1001 ou no site http://www.cetiqt.senai.br.

Laboratório Internacional de Mídias Livres

midiaslivres

Hoje é o último dia do Laboratório Internacional de Mídias Livres, que teve início no dia 22 de janeiro na cidade de São Luís/MA. O evento antecede o Fórum Social Mundial, que ocorrerá na próxima semana em Belém/PA. A partir do evento, será elaborada uma rede internacional permanente, que coordenará um grupo de pesquisa e fóruns para troca de experiências e produções de diversos segmentos relacionados à chamada mídia livre.

O encontro reúne midialivristas, midiativistas, comunicadores populares, comunicólogos, artistas, estudantes, produtores culturais, enfim, pessoas que acreditam na comunicação livre, no fim dos monopólios, na democratização ou socialização dos meios de comunicação.

Acompanhe o evento em: www.laboratoriodemidiaslivres.blogspot.com/

Concurso para projeto de estátua Zumbi dos Palmares

O Ministério da Cultura, por meio da Fundação Cultural Palmares (FCP), divulgou nesta quinta-feira, dia 10 de janeiro, no Diário Oficial da União, a realização do Concurso Público Nacional Estátua Zumbi dos Palmares.

O melhor projeto de criação da estátua – que homenageará o personagem símbolo da resistência à escravidão e da luta pela liberdade – será instalado na Praça da Sé, em Salvador, local que abriga edificações tombadas pelo Governo Federal.

Os três primeiros colocados receberão prêmios nos valores de R$ 45 mil, R$ 10 mil e R$ 5 mil, respectivamente. As inscrições deverão ser feitas até o dia 10 de março, obrigatoriamente via postal (modalidade Sedex), para o seguinte endereço:

Concurso Público Nacional Estátua Zumbi dos Palmares
Fundação Cultural Palmares
Setor Bancário Norte, Quadra 2, Bloco H, Edifício Central Brasília – 1º Subsolo
CEP 70.040-904 – Brasília/DF

Mais informações no site  http://www.palmares.gov.br

PB entre finalistas de Prêmio Culturas Populares

Ao todo foram selecionados 190 candidatos, sendo 90 mestres de tradições culturais brasileiras, 60 grupos tradicionais informais e 40 grupos formais com iniciativas diretamente vinculadas às culturas populares brasileiras. Foram contempladas as cinco regiões do país, e 23 unidades da federação. Aqui na Paraíba foram selecionados na categoria Mestres José Antônio Bandeiras – Paraíba do Forró e José João da Silva – Zé do Pife. Na categoria Grupos Formais são finalistas a Associação de Artesãs Rurais de Serra Rajada e o Coletivo de Cultura e Educação Meio do Mundo – Acervo Histórico do Meio do Mundo, Registro e Estudo da Cultura Tradicional Brasileira (1972/1992)

O Prêmio Culturas Populares 2008 – Mestre Humberto de Maracanã* tem como objetivo promover a atuação dos mestres das culturas populares e iniciativas exemplares que envolvam as manifestações das culturas populares brasileiras. O valor do prêmio para cada iniciativa/Mestre é de R$ 10 mil em um total de 190 ações premiadas. O concurso integra o Programa Identidade e Diversidade Cultural – Brasil Plural que visa a implementação de políticas públicas para a proteção e promoção da diversidade cultural no Brasil. Serão premiados: 90 mestres, 40 iniciativas de Grupos Formais, 60 iniciativas de Grupos Informais.

* O homenageado neste ano é o Mestre Humberto de Maracanã (Humberto Barbosa Mendes), um dos maiores divulgadores da cultura popular do Maranhão, em especial do Bumba-meu-Boi.

A lista completa de todos os selecionados está disponível em  http://www.cultura.gov.br