Arquivo da tag: de madeira

Bento de Sumé é revelação em escultura em madeira

O artesanato da Paraíba se caracteriza pela variedade de materiais e técnicas utilizadas por talentosos artistas de diferentes partes do estado. No entanto, a cerâmica ganhou tanto destaque que acabou por ofuscar outras tipologias.

É o caso das esculturas de madeira de Bento, da cidade de Sumé. Sucesso de público, o trabalho de Bento de Sumé só recentemente foi incorporado ao acervo do museu de arte popular do Estado, sendo considerado a grande revelação na escultura em madeira da Paraíba.

Apesar da fama de santeiro, Bento de Sumé revelou que gosta mesmo é de fazer bichos. Alguns santos e aves que trouxemos para a loja logo foram vendidas: uma siriema enorme e um pequeno pavão — nem deu tempo de fotografar.

No último Salão de Artesanato, em João Pessoa, garimpamos a Santa Luzia e o São Pedro, que vieram se juntar a um Cristo Redentor que já estava na loja. Abaixo, algumas fotos das peças de Bento de Sumé.

São Pedro esculpido em madeira, por Bento de Sumé-PB

Detalhe São Pedro, por Bento de Sumé-PB

Perfil de Santa Luzia, escultura em madeira de Bento de Sumé-PB

Santa Luzia, escultura de Bento de Sumé-PB

Anúncios

Biojoia de marchetaria com madeira e mosaico de casca de ovo de avestruz

Colar marchetaria (madeira certificada)

Colar marchetaria (VENDIDO)

Colar de madeira com mosaico de casca de ovo de avestruz

Madeira com mosaico de casca de ovo de avestruz

Anel de madeira regulável

Anel de madeira regulável (VENDIDO)

Produzido em Rondônia, Norte do Brasil

Produzido em Rondônia, Norte do Brasil (VENDIDO)

Anel de madeira regulável

Biojoia com sobras de madeira (VENDIDO)

amostra-madeira

Mônica e Alex vivem em Porto Velho/RO. O casal produz biojóias com sementes, fibras, algodão e madeiras variadas. A madeira utilizada são sobras de marcenarias locais. Os colares custam R$ 45 e os anéis R$ 26. Para saber o custo do frete, envie e-mail com CEP para babeldasartes@gmail.com

Oziel Coutinho botou o Agreste nas galerias de arte

boneca-de-madeira-oziel-coutinho

Escultura de gente — O artista popular paraibano Oziel Coutinho era conhecido por aqui por seus móveis rústicos. No entanto, ganhou notoriedade em 2005, com uma escultura de mulher (foto) que abriu a exposição A Chita na Moda em São Paulo e na Galerie Lafayette, em Paris. Hoje está catalogado no Museu ACasa e tem peças em várias galerias do país. O ano passado ganhou lugar de destaque na Fenearte, em Recife/PE.

Escultura de bicho — É possível que Oziel nunca tenha lido Graciliano Ramos, mas a simplicidade e o realismo do cachorro manso esculpido por ele (foto abaixo) fazem resgatar na memória uma cena relatada em Vidas Secas:

Fabiano deu estalos com os dedos. A cachorra Baleia,
aos saltos, veio lamber-lhe as mãos grossas e cabeludas.
Fabiano recebeu a carícia, enterneceu-se.
— Você é um bicho, Baleia.

Escultura de Oziel representa realidade do Agreste

O artista popular Oziel Coutinho representa em suas obras a realidade do Agreste. Escultura do cachorro a gente chama de "Baleia", em referência a Vidas Secas.

O animalzinho de Oziel Coutinho é feito de tronco de mulungu. No acabamento, apenas pó de madeira, cola branca, tinta fosca e um leve desgaste com a lixa. As orelhas são de couro.

Para saber o custo do frete envie e-mail para babeldasartes@gmail.com

Para Guariguazi, o cotidiano é de madeira e colorido

    De cabo de vassoura a palito de churrasco. Nas mãos de Guariguazi tudo vira gente.

Do cabo de vassoura ao palito de churrasco: nas mãos de Guariguazi tudo é "gente que estava aprisionada na madeira".

Sobras de madeira descartadas também são aproveitadas.

Sobras de madeira descartadas pela natureza também são aproveitadas. Nas suas peças, as pessoas sempre estão interagindo.

Guariguazi de Lima Tavares é muito querido por todos que o conhecem. Obcecado pelo trabalho, ele tem as mãos sempre calejadas e feridas pelo uso das facas para entalhar e esculpir as madeiras que encontra pelo caminho. Ele não pode ver um toquinho que fica ansioso “para libertar as pessoas que estão aprisionada ali dentro”, revela empolgado.

O talento e o universo de cores chamaram a atenção da curadoria da Fenneart (uma das maiores feiras de artesanato do país, realizada anualmente em Recife/PE). No ano passado, foi selecionado para disputar o prêmio de júri popular e teve lugar de honra no evento.

A Santa Ceia de madeira foi ícone do Salão de Artesanato da Paraíba

A Santa Ceia de Guariguazi

Aqui na Paraíba também tem reconhecimento.  Sua escultura “A Santa Ceia” foi o ícone na programação visual do Salão de Artesanato Paraibano, realizada anualmente em Campina Grande e João Pessoa. Ela estampou convites, banners e camisetas usadas por todos os artesãos da Paraíba.

A pedido da Babel das Artes, Guariguazi fez alguns jogadores de futebol. Veja o resultado abaixo. É interessante notar a reinterpretação de logotipo, inclusive de patrocinadores. Questionado sobre o por quê de não usar referência, retrucou: “isso vem mesmo é da minha cabeça”. Coisas de artista.

Até o futebol inspira o artesanato de madeira de Guariguazi

Até o futebol inspira o artesanato de madeira de Guariguazi

Para conhecer mais peças do artista popular Guariguazi (algumas delas são enormes), entre em contato por e-mail: babeldasartes@gmail.com

Para não perder as chaves de casa

porta-chave1Ela está aí pra lembrar onde você colocou as chaves. Simpática e atenta, a personagem mineira esculpida em madeira, em quadro de ferro, é útil e necessária.

Fica bonita em qualquer ambiente, seja no hall de entrada, copa, cozinha ou até mesmo em um cantinho da sala. Preço: R$25 + frete
babeldasartes@gmail.com

Quadro em pátina Divino Espírito Santo

Divino com 4 flores R$ 110 + frete

Divino com 4 flores R$ 110 + frete

Divino Espirito Santo 8 flores = R$ 130

Divino Espírito Santo 8 flores = R$ 125 + frete

A religiosidade é uma das marcas mais expressivas que a cultura brasileira herdou de Portugal. Esta religiosidade se manifesta de várias maneiras, é uma expressão popular. A Festa do Divino está presente em todos os cantos do Brasil, mas a figura do Divino Espírito Santo esculpida em madeira de demolição é um clássico do artesanato mineiro.

Divino Espirito Santo redondo R$ 130

Divino Espírito Santo redondo R$ 130 + frete

Divino Espirito Santo redondo R$ 130

Divino Espírito Santo redondo R$ 130 + frete


Os bichos do Agreste de Oziel

ozielparaibapb

Oziel Dias Coutinho vive na região do agreste, onde predomina a vegetação de caatinga. Oziel faz móveis rústicos, porta-retratos, mas o que mais chama a atenção no 9º Salão do Artesanato da Paraíba são os seus bichos e flores. Apesar de seu trabalho retratar o cotidiano e as condições do lugar,  a imaginação de Oziel vai além com a sua pescoçuda girafa.

babeldasartes@gmail.com