Arquivo da tag: escultura de barro

Diretor da TV Canal Brasil visita Babel das Artes

Na semana passada muita gente veio à Babel das Artes, loja 3 do Mercado de Artesanato em Tambaú, João Pessoa, PB. Destacamos a visita de Paulo Mendonça, do Canal Brasil. Chamou a nossa atenção o seu olhar aguçado para garimpar peças especiais.

Entre outros presentes, ele levou pra casa um cachorrinho de mulungu do artista popular paraibano Oziel Coutinho — aquele que sempre chamamos carinhosamente de “Baleia” em referência a cadela de Vidas Secas. Garantiu também uma cabeça de Frida – modelada em barro pela artista pernambucana Delhy Figueiredo – e ainda uma bolsa pintada à quatro mãos por Dyógenes Chaves e Margareth Aurélio, também artistas da terra. Aproveitou pra aumentar a sua coleção de São Franciscos, levando uma peça em madeira feita pelo artista piauiense Ribamar das Santinhas, e também o São Francisco do Pé Grande, imagem de cerâmica da mineira Rosa.

Em tempo: Paulo veio para João Pessoa participar do FestArunda.  O filme Loki, documentário sobre Arnaldo Batista, foi produzido pelo Canal Brasil. Ele veio representar a empresa no Festival de Cinema, já que é o presidente da emissora.

Oziel Coutinho esculpe bichos do agreste

Frida por Margarete Aurélio e Dyógenes Chaves

Cabeça de Frida, por Delly Figueiredo

babeldasartes@gmail.com

Anúncios

Esculturas de barro na bagagem

anapaula-liviaAna Paula e Lívia Helena são de Ilhéus/BA, mas moram em Minas Gerais. Vieram de carro até Campina Grande, aonde Ana prestou concurso para a Universidade Federal de Campina Grande/PB. Depois do exame, uma parada em João Pessoa pra passear e garimpar arte popular.

Na Babel das Artes se apaixonaram pelas esculturas de barro da artista paraibana Te Cavalcanti. Levaram duas lindas peças pra casa. Com as novas passageiras a bordo, atenção redobrada no caminho de volta.

As máscaras e bustos de barro de Lusia Pinto

lusiapintoparaiba

Somente depois da aposentadoria, a ex-assistente social começou a esculpir. Isso já faz há 9 anos. Aprendeu a técnica com a prestigiada Maria dos Mares. Hoje, a paraibana nascida em Itaporanga, no Sertão Paraibano, e moradora de João Pessoa, dedica-se ao figurativo feminino.