Arquivo da tag: escultura de madeira

Escultura de madeira é retrato da diversidade brasileira

Guariguazi de Lima Tavares é um artista singular. Ele faz totens que são a cara do nosso país, ensolarado, de cores vibrantes e festivas. Garimpa madeira descartada e dela extrai um Brasil mestiço, do qual todos fazemos parte. A peça reúne homens e mulheres que interagem, marcam presença e buscam apoio um no outro, na construção da coletividade.

Guariguazi nasceu em Natal-RN e “naturalizou-se” paraibano há mais de duas décadas. Seu trabalho “A Santa Ceia”  foi destaque no III Salão de Artesanato realizado na Paraíba. O sucesso do artista popular e a participação em grandes feiras e eventos alavancou a presença de sua obra em outros países.

Para comprar esta peça (aprox. 60 cm altura), envie e-mail para babeldasartes@gmail.com

Anúncios

Diretor da TV Canal Brasil visita Babel das Artes

Na semana passada muita gente veio à Babel das Artes, loja 3 do Mercado de Artesanato em Tambaú, João Pessoa, PB. Destacamos a visita de Paulo Mendonça, do Canal Brasil. Chamou a nossa atenção o seu olhar aguçado para garimpar peças especiais.

Entre outros presentes, ele levou pra casa um cachorrinho de mulungu do artista popular paraibano Oziel Coutinho — aquele que sempre chamamos carinhosamente de “Baleia” em referência a cadela de Vidas Secas. Garantiu também uma cabeça de Frida – modelada em barro pela artista pernambucana Delhy Figueiredo – e ainda uma bolsa pintada à quatro mãos por Dyógenes Chaves e Margareth Aurélio, também artistas da terra. Aproveitou pra aumentar a sua coleção de São Franciscos, levando uma peça em madeira feita pelo artista piauiense Ribamar das Santinhas, e também o São Francisco do Pé Grande, imagem de cerâmica da mineira Rosa.

Em tempo: Paulo veio para João Pessoa participar do FestArunda.  O filme Loki, documentário sobre Arnaldo Batista, foi produzido pelo Canal Brasil. Ele veio representar a empresa no Festival de Cinema, já que é o presidente da emissora.

Oziel Coutinho esculpe bichos do agreste

Frida por Margarete Aurélio e Dyógenes Chaves

Cabeça de Frida, por Delly Figueiredo

babeldasartes@gmail.com

Talhas, altares e imagens em exposição no RJ

Começou hoje a exposição “Vozes do imaginário: escultores de Sergipe”, na Sala do Artista Popular do Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular – CNFCP, no bairro do Catete, no Rio de Janeiro.
Beto Ribeiro (Humberto Alves Ribeiro), André T.D. (André Torres Dias), Liliu (Ademilson Marcos dos Santos), Pinto Santeiro (Antônio Tavares dos Santos), Mestre Tonho (Antonio Francisco da Silva) e Zé do Chalé Filho (Zacarias dos Santos) atualizam a tradição da escultura em madeira que, desde os tempos coloniais, tem presença marcante em Sergipe em talhas, altares e imagens de igrejas construídas no período. A eles juntam-se tantos outros como Zeus (Jorge Alves Siqueira), Véio (Cícero Alves dos Santos) e Zé do Chalé (José Cândido dos Santos), que, em épocas distintas, também expuseram sua arte na Sala do Artista Popular do CNFCP.

cvirtual02.indd

Vozes do imaginário: escultores de Sergipe de 2 a 9 de agosto
Sala do Artista Popular Rua do Catete, 179 e 181 – Catete
(21) 2285-2545 ramal 221
De 3ª a 6ª feira, das 11h às 18h
Sábado, domingo e feriado, de 15h às 18h – Entrada franca