Arquivo da tag: grafite

Grafitti no Museu de Arte de São Paulo

“De dentro para fora / De fora para dentro” é o nome da exposição que reúne um grupo de seis artistas contemporâneos no MASP. A retrospectiva reúne uma centena de trabalhos para compor a trajetória de duas décadas de produção destes artistas que começa com graffiti e outras intervenções urbanas. No Museu os trabalhos são apresentados em diversos formatos e mídias, incluindo instalações interativas. A curadoria é de Mariana Martins, Baixo Ribeiro e Eduardo Saretta.

Até 5 de fevereiro de 2010. Terças-feiras a domingos e feriados, das 11h às 18h. Às quintas-feiras, das 11h às 20h.
Ingressos: Inteira: R$ 15,00. Gratuito até 10 anos e acima de 60 anos. Às terças-feiras a entrada é gratuita para todos

A palavra e o desenho de Shiko na revista Zupi

Dia 25 de novembro tem uma balada cultural na Usina Cultural Energisa. A Livraria Usina das Letras promove o lançamento da edição especial da revista Zupi, com desenhos e uma entrevista com o artista Shiko, que estará autografando reproduções (posters) das séries “Armários” e “Moleskine”, à venda no local.

Tem também uma mostra de curta metragens inéditos na cidade de João Pessoa, na sessão Assacine, do TinTin Cineclube, da ABD–PB. E pra encerrar a noite, bar e discotecagem pra movimentar a balada.

Livraria Usina das Letras (Av. Juarez Távora, 243 – Usina Cultural Energisa) a partir das 19h

Grafiteiros exigem reconhecimento e proteção legal

Em evento, grafiteiros chamam a atenção para o projeto de lei que regulamenta o grafite, em tramitação no Congresso Nacional Foto: Renato Araújo/ABr

Grafiteiros do Distrito Federal e de outras regiões do país estão reunidos em Ceilândia (DF) para participar do projeto 100 Muros Mil Cores, um evento que faz parte do 1º Encontro Brasileiro de Grafiteiros. 

Os grafiteiros querem, além de diferenciar a sua arte das simples pichações, o reconhecimento e o apoio ao Projeto de Lei 138/2008, que faz a distinção entre as duas formas de manifestação gráfica. Ele regulamenta, entre outras coisas, o grafite como uma manifestação artística que promove a inclusão social e prevê pena de prisão para o pichador. Com a regulamentação, o grafite pode ser exposto em qualquer lugar desde que autorizado pelo proprietário do imóvel que vai receber o grafite.

 “Grafite é uma arte e seu autor um artista, que passará a ter chance de ter até uma remuneração. A pichação é uma agressão ao patrimônio, uma agressão ambiental e como tal punível com crime que pode levar até um ano de prisão”, disse o deputado Geraldo Magela, autor do projeto.

Fonte: Agência Brasil

Marko 93 é atração do 5º Festival Mundo, em João Pessoa/PB

Marko 93 é grafiteiro em Seine-Saint-Denis, Paris. Marko navega entre a pichação e o grafite e mistura de caligrafia árabe “abstrata” e de grafite. Desde 1999 ele usa a luz e desenvolve a técnica do ligth-painting substituindo pistolas de tintas por lâmpadas portáteis e gelatinas coloridas. O light-painting permite criar um ambiente novo e artificial, colocando em cena paisagens urbanas, fotos, e objetos, sendo algumas vezes os três ao mesmo tempo. Hoje, a partir das 20h.

marko-93

Veja aqui mais trabalhos de Marko 93

Pichadores brasileiros são destaque na França

Djan Ivson, 25, conhecido como Cripta, foi convidado a pichar a Fundação Cartier, como parte da mostra “Nascido nas Ruas – Grafite”. Ele começou a fazer pichação os 12 anos e parou em 2004, quando passou a apenas registrar a ação de seus colegas em vídeo. São dele quase metade das imagens do documentário “Pixo”, dos irmãos Roberto T. Oliveira e João Wainer, que também será exibido na retrospectiva mundial sobre grafite. A pichação paulistana será a novidade da exposição. A mostra é, na verdade, registro histórico do movimento, com homenagens a Basquiat e Haring.

Bookmark and Share

Grafites brasileiros serão leiloados em Londres

guitarras-pintadasDoze guitarras Gibson pintadas por grafiteiros brasileiros e britânicos vão a leilão no próximo dia 29 de abril, em Londres, para ajudar a levantar fundos para projetos sociais no Brasil.

Os instrumentos trabalhados ficam expostos na galeria The Print Space, no leste de Londres, a partir desta quinta-feira (23), até 11 de maio.

Por trás da iniciativa, intitulada “A Força da Rua”, está a ONG britânica ABC Trust, que realiza projetos com crianças de rua no Brasil.
Andrew Webb, diretor-executivo da organização, disse à BBC Brasil que espera que o leilão renda pelo menos 30 mil libras (cerca de R$ 96 mil), que serão destinados a 12 projetos em São Paulo, Rio, Salvador e Recife.
A ABC Trust foi fundada pela brasileira Jimena Page, mulher de Jimmy Page, guitarrista do Led Zeppelin.

Temática urbana de Os Gêmeos em exposição no RJ

Gustavo e Otávio Pandolfo, Osgêmeos, apresentam telas, esculturas e obras interativas que brincam com os sentidos visuais, auditivos e táteis dos visitantes na mostra “Vertigem”. A dupla revela personagens influenciados pelo folclore ou pelo cotidiano urbano brasileiro.

O grafite deles já foi visto na fachada do museu Tate Modern, em Londres, em vários e extensos muros paulistanos, em trens urbanos em João Pessoa/PB e Recife/PE e até em um castelo na Escócia.

A exposição vai até 17/05/09, de ter. a dom., 10h às 21h.

Centro Cultural Banco do Brasil: r. Primeiro de Março, 66, estação Uruguaina do Metrô, tel. (21) 3808-2020.  www.bb.com.br/cultura

confira grafite de Os Gêmeos em http://blogdofavre.ig.com.br/tag/os-gemeos/

Em Portugal, grafite vira peça de museu

museu_efemero_lisboaEm Lisboa, tours, mapas e audioguia orientam a visitação a cerca de 50 desenhos nos muros de bairros turísticos da cidade. Os grafites, como o macaco pintado pelo norueguês Dolk é uma das obras em exposição no Museu do Efêmero — na verdade, um circuito ao ar livre. Além de organizar a visita, o Museu reuniu informações a respeito dos artistas, criou um mapa e um audioguia para serem baixados na internet e colocou o grafite definitivamente na rota das artes em Lisboa. A ideia é expandir o Museu para outras cidades portuguesas.

Museu Efêmero: http://www.museuefemero.blogspot.com/

Fonte: jornal Estadão

Xilogravura e grafite no Salão de Artes Plásticas em Recife-PE

derlangilvamA primeira mostra do 47º Salão de Artes Plásticas conta com a exposição Narrativas em Madeira e Muro – Presença da xilogravura popular nas obras de Samico e Derlon. A proposta é observar a xilogravura popular, aproximando dois trabalhos realizados em diferentes momentos e suportes dos artistas Derlon Almeida e Gilvan Samico.

Museu do Estado
De 2 a 30/12/2008
– Ter a sex | 9 às 17h Sab e dom | 14 às 17h
Av. Rui Barbosa, 860 Graças Tel 3427.0766

Banksy, o rei do graffiti

pissingguard2

Na Inglaterra, pichar as paredes da cidade é crime. Por fazer pichações como a da foto acima, o inglês Banksy se tornou alvo da polícia britânica. Ninguém sabe como ele é, nem se esse é o seu verdadeiro nome. O certo é que o cara é um artista fantástico.

Vários desenhos apresentam temas políticos, outros estão simplesmente ali para entreter o passante. Ele adora enfeitar as fachadas da cidade com arte divertida e inteligente, como ele mesmo explica em seu site.

Além das fachadas de prédios, ele invade museus, colocando imagens de quadros, famosos ou nem tanto, com um toque pessoal. Há alguns anos entrou no American Museum of National History, em Nova Iorque, e discretamente colocou um de seus quadros na parede. Demorou algum tempo até o pessoal do museu descobrir a brincadeira. Já fez a mesma coisa no British Museum e Natural History, ambos em Londres, e no Brooklyn Museum em Nova Iorque. Já tem quadro seu valendo até 7 mil dólares.

Veja o trabalho de Bansy no site  www.banksy.co.uk

flowerchucker1

nighthawks

hunters