Arquivo da tag: iniciativa

Corrente literária mundial promove troca de livros

Pra quem gostaria de ler mais e tem alguns livros bacanas juntando pó na estante, a idéia é ótima. Trata-se do “Bookcrossing” criado em 2001 nos EUA e quem tem também adeptos no Brasil.

A idéia é simples, mas exige desapego. É só ir no site, registrar o seu livro e escrever na folha de rosto uma “dedicatória”, o endereço do Bookcrossing e um código de identificação gerado no site (BCID). Em seguida, “libertá-lo” escolhendo um lugar para deixá-lo para um leitor anônimo. Pode ser um lugar qualquer ou nas “crossing zones” (“zonas de cruzamento”) oficiais.

Quem achar o livro deve escrever o BCID no site (conforme as instruções deixadas na folha de rosto) o que permite seguir a trajetória da obra literária. A pessoa, claro, também deve se comprometer em passar o livro adiante.

Já são mais de 660 mil cadastrados em todo o mundo e 4,6 milhões livros inscritos. Em São Paulo, desde o início de maio, a Casa das Rosas também aderiu ao projeto e tornou-se uma “crossing zone”.

Alguém sabe onde tem uma “crossing zone” aqui na Paraíba? Atualização: no Café Banana Louge, retão de Manaíra começou ontem 29/10/2009

http://www.bookcrossing.com
Bookcrossing Portugal
bookcrossing-portugal.com

Fonte: http://www.brasilquele.com.br

Anúncios

“Garapa” estimula debate sobre a fome e o direito à alimentação

garapaO jornal Folha de São Paulo promoveu na última segunda-feira (18) a pré-estreia do filme “Garapa”, de José Padilha, seguida de debate sobre a fome, que é o tema do documentário. O debate reuniu em São Paulo o diretor, o jornalista Gilberto Dimenstein e o ex-presidente do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), Chico Menezes, diretor do Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (Ibase).

Nesta terça-feira (19), o jornal O Globo também promove uma sessão seguida de debate. Quinta-feira (21) o documentário será exibido em Fortaleza, Ceará. No dia 26 (terça-feira), haverá a pré-estreia em Brasília, em sessão para 300 convidados. Na quinta (28), será a vez de Salvador.

O filme está promovendo a campanha nacional pela aprovação da Proposta de Emenda à Constituição, que inclui em direitos sociais o Direito Humano à Alimentação que ainda não existe na Constituição .

Garapa é a mistura de água com açúcar que as mães dão para as crianças para acalmar a fome. Saiba mais sobre o documentário “Garapa”.

Fonte: Assessoria de Comunicação Consea

Canadenses capacitam gestores em turismo

Cindy Andrews e Sylvain Benoit, do College Mont’Morency, do Canadá, estão em Salvador realizando o seminário “Elaboração e oferta de programas de capacitação de curta duração em turismo e hospitalidade”, para os gestores do programa Mulheres Mil que executam projetos na área. A capacitação começou nesta segunda-feira, 18, e prossegue até sexta-feira, 22.

A ação faz parte da parceria entre a Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec), do Ministério da Educação, e a Associação Comunitária dos Colleges Canadenses (ACCC) para a implantação do programa no Brasil.

Com experiência na oferta de qualificação profissional para populações de baixa renda, os canadenses estão repassando as metodologias usadas nas suas instituições para promover a capacitação e a inserção dessas populações no mercado de trabalho.

Participam da capacitação mulheres das cidades de Manaus, FortalezaSalvador. Nos três estados, estão sendo beneficiadas cerca de 360 mulheres com formação profissional na área de turismo.

Puxa, pena que não tem por aqui, né?

Fonte: Assessoria de Imprensa da Setec

Cadê a Pet que estava aqui? Foi reciclada e virou mochila

pet-eduardo-srur

pet-eduardo-srur1

Há um ano, 20 garrafas infláveis gigantes estavam na margens do rio Tietê, em São Paulo. Era o alerta do artista Eduardo Srur para o problema do lixo nos rios da cidade. Após a exposição, as garrafas foram higienizadas e viraram matéria-prima para as artesãs da Associação Comunitária Despertar, que transformaram o material em 2500 mochilas, nas cores verde, laranja, vermelho e azul.

Mochilas de garrafa pet

Mochilas de garrafa pet

Desenhadas pelo estilista Jum Nakao, as peças foram confeccionadas com o apoio da ONG Design Possível. O Itaú Cultural comprou a produção e distribuiu para as crianças de 20 escolas públicas, além de entidades e parceiros do projeto que haviam visitado a exposição.

Fonte: planetasustentável

Toy art é ícone de ação engajada

Termina no dia 22 de maio o leilão virtual de 48 bonecas russas promovido pela agência de comunicação Babushka Brand Entertainment, de Porto Alegre. As 48 babushkas, também conhecidas como matryoshkas, foram customizadas por artistas plásticos, pessoas ligadas a arte e cultura e engajadas em causas sociais. A renda deve beneficiar a Orquestra de Flautas Villa-Lobos da Vila Mapa de Porto Alegre e o Projeto Arrastão em SP.

Participe, apóie a iniciativa e dispute um toy art. Para dar seu lance, entre no site da agência Babushka.

Abaixo, nossas babushkas preferidas. Tem a partir de R$ 20

La Madre de Los Muertos, La Mère Gigogne, Gripe Suína e Zé do Caixão

babushkas
Em tempo: por definição, Toy Art é um brinquedo feito para não brincar. Normalmente direcionado a adultos e com fins de decoração ou coleção.

Toy Art para colecionar e refletir

toyartDavid Foox fez uma coleção de Toy Art com o tema Doação de Órgãos (Organ Donors). Alguns dos brinquedinhos tem até roupa de hospital e bumbum de fora. Só que na cabeça de todos um pensamento materializado com algum orgão do corpo humano que pode ser transplantado. Custa US$15 cada um. Clique na imagem para ampliar

Em tempo: por definição, Toy Art é um brinquedo feito para não brincar. Normalmente direcionado a adultos e com fins de decoração ou coleção.

Ajude a construir mais cisternas* no Semi Árido

cliquesemiaridoCada cisterna tem o custo de R$1.800,00. A campanha prevê que  cada clique no logo que está no site do Comitê Betinho gerará R$ 0,08 para construção de cisternas. O repasse dos recursos está garantido independente da quantidade de cliques.

Ajude com esta campanha: vá ao site comitebetinho.org.br e  encontre o logotipo igual ao que você vê aqui. Basta clicar nele e você já estará ajudando. O ideal é clicar uma vez por dia.

Seja solidário: Divulgue a iniciativa para seus familiares e colegas. Lembre-se que cada clique representa um tijolinho a mais em cada reservatório.

*Cisterna é um reservatório (tanque), abaixo do nível do solo, onde se conservam as águas de chuva. Normalmente, a água coletada é utilizada para consumo humano e uso doméstico. Seu funcionamento prevê a captação de água da chuva, aproveitando o telhado da casa, escoando através de calhas (bicas) até o reservatório ou tanque