Arquivo da tag: João Pessoa

Noite agitada em João Pessoa teve livros, sarau, exposição, desfile, chope e jantar

Noite ótima, cheia de eventos agradáveis. No Espaço Cultural Energisa, no Centro, prestigiamos a abertura da livraria Usina das Letras com direito a sarau. Em seguida, conferimos a exposição de Fred Svendsen e também um agitado desfile de moda denominado “Segunda Pele” que era, na verdade, uma instalação artística com a participação dos artistas plásticos e estilistas locais (entre eles os que estão no acervo da Babel das Artes como Margarete Aurélio, Dyogenes Chaves e Alena Sá).

Na sequência, o abastecimento ficou por conta do chope gelado distribuído na festa de abertura do Zelig Circus, no Bessa. O bar foi totalmente produzido e arquitetado para receber comédia stand up. E, para diminuir a adrenalina, jantar tranquilo no Divina Itália, no Tambaú, com Leo Uchôa do Guia Cenário Cultural e seus editores Sarah Falcão e Thiago Romero. O luxo foi compartilhar o jantar com o próprio chef Franco e Dê, sua parceira na vida e à beira do fogão.

Francisco curtindo o trabalho de Fred Svendsen

Francisco Milhorança curte o trabalho de Fred Svendsen

Exposição de Fred Svendsen

Exposição "mEU" em grandes formatos de Fred Svendsen inclui recortes

Abertura da livraria Usina das Letras

Abertura da livraria Usina das Letras teve um sarau inspirador e divertido

João Pessoa será cenário de filme angolano

O longa metragem “O Grande Kilapy”, do diretor angolano Zeze Gamboa, é uma co-produção internacional entre o Brasil, Portugal e Angola e será rodado a partir de outubro na capital paraibana.

Ramos e Ceiça estão no elenco de "Grande Kilapy"

Ramos e Ceiça estão no elenco de "Grande Kilapy"

“O Grande Kilapy”, com Lázaro Ramos e Maria Ceiça no elenco, terá cenas rodadas nos três países e cerca de 70% dessas filmagens serão feitas em João Pessoa.

A escolha da cidade como cenário para as gravações se deu devido à participação do produtor angolano Zeze Gamboa no último Cineport, realizado em junho, em João Pessoa. O diretor ficou surpreso com a semelhança da arquitetura histórica colonial da capital paraibana com a geografia da cidade de Luanda, capital da Angola, no período de 1965 a 1974, anos em que se passa o enredo do filme.

Fonte: Paraiba1

Ueba! Mais um voo da TAM João Pessoa-SP e SP-João Pessoa

Na próxima quinta-feira, 20 de agosto, João Pessoa terá mais um voo para São Paulo (aeroporto de Cumbica, em Guarulhos). A partir desta data, serão três voos diários para São Paulo, dos quais dois diretos e um com escala no Recife.
A nova malha aérea trará para a região Nordeste 14 novos voos. A partir do início de operação da renovada malha aérea, a cidade do Recife (a apenas 130 km de João Pessoa) passará a contar com 32 voos diários, o que ultrapassa a Gol Linhas Aéreas, que tem 31 voos por dia com saída do aeroporto dos Guararapes.

Fonte: Turismo em Foco

Preservação de patrimônio histórico garante prêmio do Iphan para João Pessoa

A capital da Paraíba abocanhou o Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade 2009, promovido pelo Instituto de Patrimônio Histórico – Iphan, na categoria Apoio Institucional e/ou Financeiro. Ganhou uma título e R$ 20 mil pelo “Programa Integrado de Preservação do Patrimônio Cultural de João Pessoa”.

As ações inscritas foram pré-selecionadas por comissões do Iphan, compostas por representantes das diferentes áreas culturais. A partir disso, as ações selecionadas serão analisadas pela Comissão Nacional de Avaliação, formada pelo Presidente do Iphan e por representantes de instituições do Governo Federal e outras entidades ligadas à preservação do patrimônio cultural.


Veja outras categorias premiadas

Divulgação: foi escolhia a Thydêwá, de Alagoas, com a ação Índios On-Line – http://www.indiosonline.org.br.
Educação Patrimonial: vendeu a A Tríade – Patrimônio, Turismo, Educação, do Distrito Federal, com a ação Circuito Educativo BrasiliAthos.
Pesquisa e Inventário de Acervos: O pesquisador Nivaldo Vitorino, de São Paulo, com a ação Em Busca do Acervo Perdido.
Preservação de Bens Móveis e Imóveis: O Ministério Público do Estado de Minas Gerais, Promotoria Estadual de Defesa do Patrimônio, com o projeto de Recuperação de Peças Sacras.
Proteção do Patrimônio Natural e Arqueológico: ganhou o arqueólogo e professor Pedro Ignácio Schmitz, do Rio Grande do Sul, pelo conjunto de sua obra, que abrange a teoria, a prática e o ensino da Arqueologia.
Salvaguarda de Bens de Natureza Imaterial: premiado o mestre Zé de Bibi, José Evangelista de Carvalho, de Pernambuco, com a ação Sítio Histórico do Cavalo-Marinho.

Os vencedores foram anunciados em julho, mas a cerimônia de entrega das premiações acontecerá no dia 14 de outubro de 2009, às 20h, na Sala Villa-Lobos do Teatro Nacional Claudio Santoro, em Brasília.

O prêmio Rodrigo Melo Franco foi criado em 1987 em reconhecimento a ações de proteção, preservação e divulgação do patrimônio cultural brasileiro. Seu nome é uma homenagem ao primeiro dirigente da instituição.


Imagem do dia – João Pessoa/PB

Hoje João Pessoa, PB, comemora 424 anos.Vista aérea do Centro Histórico e rio Sanhauá. (foto: PMJP)

Hoje João Pessoa, PB, comemora 424 anos.Vista aérea do Centro Histórico e rio Sanhauá. (foto: PMJP)

Em 5 de agosto, João Pessoa comemora 424 anos

No próximo dia 5 de agosto, João Pessoa, a terceira capital mais antiga do Brasil, vai completar 424 anos. Seu primeiro nome foi Nossa Senhora das Neves, mas também já foi chamada de Philipéia e Parahyba. A cidade nasceu às margens do rio Sanhauá e se expandiu até onde está o Centro, tombado em 2008 como Patrimônio Cultural Nacional, pelo Instituto do Patrimônio Histórico Nacional-IPHAN.

Um dos locais mais conhecidos da capital da Paraíba está na beira-mar.  A Ponta do Seixas é o ponto mais oriental das Américas, por isso, em João Pessoa o sol nasce primeiro. A cidade também ganhou fama em 1992 pelo título “a segunda maior cidade verde do mundo” nos eventos da Eco-92 (RJ) em função da Mata Atlântica, em meio à área urbana. Mas a cidade, com 23 km de litoral,  está muito além do sol e mar. Ao chegar por aqui, não deixe de ver o Palácio da Redenção, de 1586, sede do governo estadual, a Igreja de São Francisco de 1589, o Theatro Santa Roza, erguido em 1889,  um dos mais antigos do país, o conjunto formado pela igreja Nossa Senhora do Carmo e a capela de Santa Tereza D’Ávila, construído por frades portugueses no século 18.

Veja a programação de eventos em homenagem a João Pessoa no site da Prefeitura.

Vote em nosso BLOG! É só clicar no selo e confirmar por e-mail!


Imagem do dia: Centro Histórico, João Pessoa, PB

centro-historico-joao-pessoa

Turismo internacional no Brasil e em João Pessoa. É pra comemorar?

Navegando por aí fiquei animada com a notícia de que o Brasil alcançou o 7ª posição no ranking de eventos de negócios internacionais e que João Pessoa estava entre os 10 destinos que mais receberam eventos de negócios no País. Os dados eram creditados à International Congress and Convention Association – ICCA. Claro, fomos checar.

A lista divulgada pela ICCA contempla as cidades que cumprem as exigências da entidade (eventos itinerantes, com periodicidade fixa e no mínimo 50 participantes).

1º São Paulo/SP (75)
2º Rio de Janeiro/RJ (41)
3º  Foz do Iguaçu/PR, Porto Alegre/RS, Salvador/BA (13)
4º Brasília/DF (11)
5º Belo Horizonte/MG (10)
6º Florianópolis/SC, Recife/PE (7)
7º Campinas/SP, Fortaleza/CE (5)
8º Curitiba/PR, Manaus/AM (4)
9º Búzios/RJ, Ribeirão Preto/SP (3)
10º Águas de Lindóia/SP, Angra dos Reis/RJ, Aracajú/SE, Bento Gonçalves/RS, João Pessoa/PB, Ouro Preto/MG, Paraty/RJ, Santos/SP, São Luís/MA, São Pedro/SP (2)

Entre os Estados nordestinos ficamos à frente de Maceió, Natal, Olinda (1), mas se nos compararmos a Búzios, com menos de 30 mil habitantes, acho que o desempenho poderia ser melhor, né?

Já no turismo de lazer, o Brasil subiu de posição, mas ocupa apenas a 45ª posição no ranking dos países que oferecem os ambientes mais atraentes para o desenvolvimento da indústria de viagem e turismo no mundo. A informação é do relatório do Índice de Competitividade para Viagem e Turismo (ICVT) 2008, divulgado pelo World Economic Fórum. O ICVT avalia 130 países medindo os fatores e as políticas que viabilizam o desenvolvimento no segmento.

Veja a nossa posição em relação aos critérios avaliados.

3º em recursos naturais

14º em recursos culturais

37º em sustentabilidade social

92ª competitividade nos preços para turistas

Entre 87º e 116º Qualidade nos transportes
(ferrovias, qualidade das estradas, portos, transporte aéreo)

No quesito segurança, foi um vexame total. O Brasil ficou em 128º — na frente apenas do Paquistão e da Rússia!!! Só que a Rússia é o 10º mais visitado do mundo! Há ainda outros critérios, como saúde e saneamento…

E aí?  Devemos comemorar? Claro que sim,  mas sem nos acomodar achando que 2 eventos em João Pessoa é bom, certo? Principalmente agora. Afinal, não estamos contemplados na listinha de investimentos em infra-estrutura em prol da Copa do Mundo de 2014… Como sabemos, se o turismo está intrinsicamente ligado à questão de políticas públicas e infra-estrutura, conforme estipulado em alguns critérios acima, vamos ter que nos esforçar  ainda mais!

João Pessoa entre principais destinos do Nordeste

Por meio do Programa de Regionalização do Turismo Roteiros do Brasil, a cidade de João Pessoa foi selecionada como um dos 65 destinos capazes de induzir o desenvolvimento regional.
A Capital da Paraíba está entre os seis destinos a serem trabalhados com intervenções e ações técnicas em curto prazo no Nordeste porque, segundo os critérios do Ministério do Turismo, está em estágio avançado de organização. O maior desafio do Comitê Gestor (integrado pelo João Pessoa Convention & Visitors Bureau) é atender as expectativas lançadas e priorizar a relação entre a iniciativa privada e o poder público que deve ser de total harmonia para boa fluidez das ações e projetos.

Música tempera Festival de Cinema, em João Pessoa

O Festival de Cinema de Países de Língua Portuguesa (Cineport) vai exibir de 1 a 10 de maio, na Usina Cultural Energisa, em João Pessoa,  mais de 150 filmes, oriundos do Brasil, Portugal e África, incluindo curtas e longas-metragens. A programação prevê ainda dez shows musicais. Confira quem sobe aos palcos durante o evento que acontece de 1 a 10 de maio na fundação Energisa:

Dia 1 – Hamilton de Holanda – Brasil
Dia 2 – Lula Queiroga – Brasil
Dia 3 – Jeferson Gonçalves – Brasil
Dia 4 – Suzana Travassos – Portugal
Dia 5 – Tambor de Três – São Tomé/Portugal/Angola
Dia 6 – Batida – Angola
Dia 7 – Flavio C. e Zacharias Nepomuceno – Brasil
Dia 8 – Ghorwane – Moçambique
Dia 9 – Chico César – Brasil
Dia 10 – Orquestra de Câmara de João Pessoa

A Usina Cultural Energisa (Antiga Usina Cultural da Saelpa) fica na Rua Juarez Távora, número 243, na Torre, (final da Epitácio Pessoa), em João Pessoa.