Arquivo da tag: meio ambiente

Dia do Meio Ambiente e o problema dos lixões

Há exatos 19 anos o Senado discute o problema do lixo, parece que agora talvez o Brasil consiga uma lei que estabelece a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).

O Projeto de Lei – PLS 354/89 proíbe a criação de “lixões”, onde os resíduos são lançados a céu aberto. Todas as prefeituras deverão construir aterros sanitários adequados no prazo máximo de 4 anos, onde só poderão ser depositados os resíduos sem qualquer possibilidade de reaproveitamento ou compostagem. Será proibido catar, morar ou criar animais em aterros sanitários. O projeto proíbe a importação de qualquer lixo.

A melhor parte está na “logística reversa” que obriga fabricantes, importadores, distribuidores e vendedores a realizarem o recolhimento de embalagens usadas. Foram incluídos nesse sistema agrotóxicos, pilhas e baterias, pneus, óleos lubrificantes, lâmpadas (todas elas) e eletroeletrônicos.

A “responsabilidade compartilhada”, envolvendo a sociedade, as empresas, as prefeituras e os governos estaduais e federal na gestão dos resíduos sólidos. A proposta estabelece que as pessoas terão de acondicionar de forma adequada seu lixo para a coleta, inclusive fazendo a separação onde houver coleta seletiva.

Com os incentivos e as novas exigências, o país tentará resolver o problema da produção de lixo das cidades, que chega a150 mil toneladas por dia. Deste total, 59% vão para os “lixões” e apenas 13% têm destinação correta, em aterros sanitários. Em 2008, apenas 405 dos 5.564 municípios brasileiros faziam coleta seletiva de lixo.

Anúncios

Anúncio Greenpeace ironiza conteúdo de revista

O Greenpeace está surpreendendo os leitores da revista Contigo com dois anúncios que ocupam páginas duplas em pontos separados da revista, interrompendo a leitura da revista de variedades e fofocas.

Um deles alerta: “Com o aquecimento global, 40% das espécies entrarão em extinção até 2050”. E completa: “Perdoe-nos por atrapalhar a sua leitura com tamanha futilidade”.

No outro, mais um aviso: “Em poucas décadas, 200 milhões de pessoas serão afetadas pela elevação dos oceanos. Desculpe incomodar você com um assunto tão banal”.

Colabore, separe seu lixo. Em João Pessoa tem coleta seletiva

Separar o lixo não dá trabalho nenhum. Não precisa ter quatro cestos separados. Basta que você tenha dois: um para lixo orgânico (resto de frutas e de alimentos) e outro para recicláveis. como jornal, revista, folhas de papéis, papelões, cartazes, garrafas e potes de vidro, caco de vidro, garrafas e embalagens de plástico, descartáveis, latinhas, enlatados, objetos de cobre e alumínio, ferro e outros.

A coleta seletiva é realizada uma vez por semana. Em breve publicaremos a agenda de coletas.

Plástico ecológico feito de grãos de quinua

A quinua (Chenopodium quinoa wild), alimento nativo dos Andes, também é matéria-prima de um plástico biodegradável desenvolvido pela peruana Patricia Farro, da Universidade de Campinas (Unicamp), em São Paulo. O plástico poderá servir para fazer sacos para objetos leves, embalagens para balas, doces e alimentos.

O melhor é que os testes confirmam que os microorganismos do novo plástico se decompõem em 18 dias, enquanto o plástico petroquímico convencional pode durar mais de 600 anos na natureza.

O novo produto será submetido a testes de extrusão, processo industrial de fabricação de plástico, para avaliar sua viabilidade econômica e de produção em grande escala. Os primeiros exemplares produzidos no projeto já têm três anos.

Fonte: Terramerica

350.org: o mundo pede a redução de CO2

350.orgNeste sábado (24), João Pessoa se junta a 170 países para pedir aos governantes de todo o mundo a redução da emissão de gás carbônico (CO2) na atmosfera, cujo limite máximo de segurança é 350 partes por milhão de CO2. Atualmente, esse número é 390 e está provocando dezenas de desastres naturais em todo o mundo.

Em todos os lugares do planeta, as pessoas farão manifestações pacíficas e simbólicas em favor do planeta aderindo ao movimento que é coordenado pela entidade 350.org.

Na Capital, a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), através da Secretaria de Turismo (Setur) pretende reunir pessoas de todas as idades para formar um gigantesco 350 humano na área externa da Estação Cabo Branco Ciências Cultura e Artes, no Altiplano Cabo Branco. Simultaneamente, em outras partes do mundo haverá ações semelhantes, desde alpinistas com cartazes com o número 350 nos cumes do Monte Everest, na Ásia, a reunião subaquática nas Ilhas Maldivas, no Oceano Índico.

Veja fotos das manifestações em http://www.flickr.com/photos/350org

12º Congresso Nordestino de Ecologia/PE

De que forma os serviços e produtos que consumimos podem recuperar, conservar ou destruir recursos naturais? Até que ponto a nossa postura em relação ao consumo pode provocar desigualdades sociais? Para discutir estas questões,  a Sociedade Nordestina de Ecologia (SNE) realiza o 12º Congresso Nordestino de Ecologia de 13 a 16 de outubro, no Hotel Fazenda Portal de Gravatá, em Pernambuco.
Na programação está prevista a presença de representantes do Ministério do Meio Ambiente, minicursos, oficinas e apresentação de mais de 300 trabalhos técnicos-científicos de estudantes e profissionais de todo o Nordeste.
Criada em 1986, a SNE é uma Organização Não Governamental de caráter científico que agrega pessoas e instituições relacionadas ao meio ambiente.


Pauta Social

Ecobags é tema de livro e debate sobre moda e meio ambiente

Cada vez mais as Ecobags vão ganhando espaço nas vitrines, e, quem sabe, no dia-a-dia. Com direito a mesa-redonda sobre moda, design e meio ambiente junto com os Irmãos Campana, Isabela Capeto e Oskar Metsavaht, as bolsas ecológicas tornaram-se até tema de livro de Lilian Pacce. Lilian reuniu bolsas ecológicas com design de estrelados. Com isso, garantiu a atenção da mídia e dos fashionistas. Se as Ecobags não invadirem o cotidiano por consciência ecológica, que pelo menos seduzam a galera pela beleza ou pela grife. É… tomara que seja moda, não modismo. Vamos torcer!