Arquivo da tag: porta treco

Porta-treco chic: customizado com fitas de cetim

Porta-treco, porta-documentos, porta-tudo!

Este porta-treco é produzido pela artesã pernambucada Angélica. Ela compra lona e “encapa” o tecido com fitas de cetim variadas e finaliza com zíper.

O tamanho deste acessório permite várias funções. Dá para guardar documentos, dinheiro, maquiagem ou absorventes. Dá pra levar dentro da bolsa ou passear por aí com o porta-trecos na mão. Artesanato contemporâneo nordestino é assim: talento, criatividade e capricho. Novidade com sucesso de vendas! Para comprar o porta-treco visite nossa loja virtual (clique aqui)

O porta-treco de cetim tem 17 cm x 9 cm

Porta-treco de chita de “As Cabritas”

cabritas_porta_moedasCom 22 associadas, a Cooperativa As Cabritas de Boa Vista fica no Centro do Agreste Paraibano, a 202 Km de João Pessoa. As Cabritas são orgulhosas de serem assim chamadas porque o diminutivo traduz o arrojo do animal — atrevido –, que a tudo resiste e de tudo come para sobreviver.

cabritas_porta_moedas2

Porta-treco/porta-moedas em diversas cores de chita: R$ 12 + frete.

Para saber custo do frete envie CEP para babeldasartes@gmail.com

Presentes baratos e ecologicamente corretos

elida

Élida planejava visitar parentes e amigos em São Paulo e queria levar na bagagem alguns presentes exclusivos. Na Babel das Artes ela encontrou o anel de escamas de peixe, da designer Cleide Cunha. Gostou tanto que ficou em dúvida se daria mesmo ou se ficaria com a bijoux. Levou ainda os suportes para panela confeccionados com fibra da ONG mineira 100% Cidadania e um porta-treco de uma cooperativa de artesãos do Rio Grande do Norte. Todos presentes bacanas, exclusivos e econômicos, não é mesmo?

Necessaire ou porta-maquiagem artesanal

cuecanecessaireBoa idéia para se inspirar: necessaire em formato de cueca! Simples de fazer e muito divertida. Serve para guardar a maquiagem, entre outros segredos de bolsas unissex por aí. Faça a sua, assim, bem bonitinha, com acabamento impecável. Depois traga a sua produção aqui na Babel das Artes. Se quiser, a gente vende pra você!