Arquivo da tag: solidariedade

Pixel Solidário GRAACC

Selo Campanha GRAACC

Estenda a mão você também para as crianças com câncer. Eu doei este post, você só precisa doar um SMS = R$ 4,00 + impostos. Envie seu nome p/ 49222.

Anúncios

Enchentes: o que vc tem a ver com isso?

As enchentes no Nordeste fizeram quase um milhão de vítimas. Só no Maranhão, são mais de 200 mil pessoas afetadas diretamente pelas chuvas que levaram alguns rios a transbordar em até 14 metros. Segundo o Greenpeace, a calamidade é consequência direta do aquecimento global.
Se você vive neste planeta, independente qual seja a sua região, país ou continente, fique de olho e exija seus direitos de cidadão do mundo porque, em dezembro deste ano, os governantes estarão reunidos em Copenhagen (Dinamarca) para assinar o acordo que sucederá o Protocolo de Quioto (que começará a valer depois de 2012). O que estará em jogo nesta reunião é o seu futuro. Veja o exemplo da dona de casa Raimunda de Souza, que por causa da enchente, agora vive em um estábulo com toda a família, inclusive o pai de 91 anos. Ainda bem que o problema ainda não é seu.

Em tempo: o Protocolo de Quioto é um tratado internacional que estabelece compromissos para a redução da emissão dos gases que provocam o efeito estufa, considerados como a principal causa do aquecimento global.

Texto editado inspirado no Greenblog O vídeo realizado no Maranhão é do Greeanpeace.

Ajude as vítimas das enchentes no Nordeste

ajuda-enchente-nordeste-2009A Caixa Econômica Federal criou contas correntes para receber doações que ajudarão as pessoas a reconstruírem a vida e a se estruturarem novamente. Como vários estados foram atingidos, a arrecadação foi dividida em diversas contas.

Para ajudar o Maranhão, doe para o Fundo Estadual da Defesa Civil do Maranhão  0027.006.1.000-2

Para ajudar o Piauí, doe para o Fundo Estadual da Defesa Civil do Piauí 0029.006.5.005-5

Para ajudar o Ceará, doe para o Fundo Estadual da Defesa Civil do Ceará 0919/006/12.000-1

Quem se importa com os desabrigados?

As chuvas que atingem grande parte do Brasil há mais de um mês já fizeram 45 mortos e deixaram cerca de 377 mil desabrigados em 13 Estados. O dado é do último balanço da Sedec (Secretaria Nacional de Defesa Civil), do Ministério da Integração Nacional.

O repórter-fotográfico da Folha Fernando Donasci relata em vídeo o drama da situação dos moradores de Bacabal (247 km de São Luís), que exemplifica outros locais atingidos. Um dos problemas mais graves (que também causou mortes) é a embriaguez de alguns barqueiros.  Além disso, em vários lugares os alimentos tardam a chegar porque as estradas estão interrompidas. Trajetos que antes levavam 1 hora, agora podem chegar a 7 horas.

O que você pode doar — Alimentos não perecíveis (água, arroz, feijão, açúcar, óleo, leite em pó, farinha de mandioca e macarrão), roupas, lençóis, fronhas e fraldas. Leve até o SESI mais próximo de você. Todo o material arrecadado será entregue à Defesa Civil para distribuição à população dos estados atingidos.

Abaixo, dados para colaborações em dinheiro.

Cruz Vermelha (para todos o atingidos do Nordeste)
Unibanco
Agência 0472
Conta 235.000-8

Defesa Civil do Piauí
Banco do Brasil
Agência 3791-5
Conta 2004-4

Ceará / Campanha Força Solidária
Caixa Econômica Federal
Agência 3281
Operação 003
Conta 300-1

Banco do Brasil
Agência 3515-7
Conta corrente 11024-8

Banco do Nordeste do Brasil
Agência 016
Conta corrente 29393-8

SOS Maranhão
Caixa Econômica Federal
Agência 0027
Conta corrente 1000-2
Operação 006

Banco do Brasil
Agência 2954-8
Conta corrente 2222-5.

IV Fórum Internacional – Globalização da Solidariedade

Termina hoje o IV Fórum Internacional – Globalização da Solidariedade, em Luxemburgo, Alemanha.  Do Brasil estarão participando representantes do Fórum Brasileiro de Economia Solidária (FBES), da Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares (ITCP/USP), da Secretaria Especial de Desenvolvimento Economico Solidário do RJ, Instituto Moreira Sales (IMS), Secretaria Nacional de Economia Solidária (SENAES) e do Sistema Nacional de Informações em Economia Solidária (SIES).

Um objetivo do encontro é discutir como garantir a sobrevivência econômica das iniciativas da Economia Social Solidária e sua permanência dentro da Rede Intercontinental de Promoção da Economia Social e Solidária (RIPESS).

Fonte: Rits

Solidariedade mundial se aprende na escola

A Fundação Armando Álvares Penteado – Faap, lançou o curso de extensão em Gestão da Cooperação Internacional: Formação de Agentes de Desenvolvimento. Com carga horária total de 96 horas, as aulas acontecerão todos os sábados a partir do mês de março e serão direcionadas a profissionais que já atuam ou queiram atuar em organizações do poder público – como prefeituras, secretarias municipais, governos estaduais e divisões ministeriais –, ou que estejam interessados ainda em elaborar projetos financiados por organismos internacionais, organizações não-governamentais e empresas que desenvolvam ações de responsabilidade social.

Extensão em Gestão da Cooperação Internacional:
Formação de Agentes de Desenvolvimento

Início das aulas: Março de 2008. Horário: Sábados, das 09h00 às 16h30
Local: FAAP – Rua Alagoas, 903 – Higienópolis – São Paulo/SP
Informações para inscrição: (11) 3662-7449

Passo-a-passo e dicas de como ser solidário

Um vídeo emocionante e inspirador!