Fomos conferir O Maior São João do Mundo, em Campina Grande

Para engrossar a lista de 1,5 milhão de pessoas que aproveitam os 31 dias de festa junina, fomos até Campina Grande, 130 km de João Pessoa/PB. Gastamos a sola da alpercata no arrasta-pé e, nos intervalos, conhecemos alguns dos cantinhos do Parque do Povo.

O espaço é gigantesco. Tem capacidade de 80 mil pessoas e mais de 42 mil metros quadrados de área. Este ano, reuniu quase 300 quiosques de comidinhas, jogos e artesanato. Além da pirâmide central — com megashows — havia diversas palhoças com trios de forró. Algumas delas eram patrocinadas por empresas. Entre outros detalhes, havia um Salão Belezura da Avon, e ainda um estande com Havaianas em edição limitada, lançada para ser vendida para os frequentadores do evento com o tema O Maior São João do Mundo. Aliás, para quem não sabe, a fábrica das Havaianas é aqui na Paraíba.

A grandiosidade da festa gera forte impacto na economia da cidade: segundo a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, no ano passado o Maior São João do Mundo foi responsável por R$ 16 milhões do PIB de Campina Grande.

sao-joao-campina-grande1

sao-joao-campina-grande7

sao-joao-campina-grande8

sao-joao-campina-grande11

A festa estava tudo de bom, da segurança aos detalhes da decoração. Os sons dos vários pontos de diversão não se misturavam, o que permitia até alguma conversa ao pé-do-ouvido. Diríamos que o evento esteve impecável, não fosse a nossa frustrada tentativa de usar os banheiros. A falta de limpeza tornou-se, naquele momento, um problema gravíssimo. Era impossível e insuportável tentar entrar e usar. Um desrespeito com as pessoas que foram prestigiar a festa. Acreditamos que, para manter a majestade, O Maior São João do Mundo vai ter que dedicar mais verba para este quesito, afinal trata-se de saúde pública.

sao-joao-campina-grande9

sao-joao-campina-grande10

sao-joao-campina-grande22

sao-joao-campina-grande25

sao-joao-campina-grande14

sao-joao-campina-grande16

Uma resposta para “Fomos conferir O Maior São João do Mundo, em Campina Grande

  1. Pingback: Chinelos com xilogravura de J. L. Borges « Babel das Artes

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s