Arquivo da categoria: Sociedade Babel das Artes

Loja virtual Babel das Artes é aprovada pelos clientes

As frases abaixo são algumas das avaliações recebidas na loja virtual Babel das Artes. A aprovação atingiu 100%. Com exceção do período da greve, conseguimos atender os clientes no prazo estipulado pelos Correios.

A maioria dos pedidos foi enviado via PAC (encomenda normal) que pode levar até 10 dias úteis, mas podem ser entregues antes. No geral, apenas para Santarém/PA os Correios indicaram um prazo maior: 15 dias úteis na modalidade PAC.

Uma cliente indicou que poderíamos melhorar a embalagem. Na verdade, as caixas enviadas são doadas pelos clientes, amigos e fornecedores. Já enviamos carteiras, por exemplo, em caixas de sapato, e bijuterias podem chegar no cliente em caixas de macarrão ou de remédio. Por quê? O objetivo é fazer nossa parte, contribuindo com o reaproveitamento destas embalagens, colaborando com a reciclagem.

Outras avaliações você pode conferir no site. Clique aqui

“Adorei minha bolsa, o acabamento é impecável.”
Maria Antonia, Osasco-SP

“Recebi os produtos, ok? Amei a carteira. Não paro de olhar prá ela e admirar, pois tenho paixão por coisas feitas à mão. Obrigada e um abraço!”
Joelma, Vitória, ES

“O vendedor é muito atencioso e eficiente, os produtos são bonitos, muito bem acabados e com design moderno.”
Josenete, Rio de Janeiro, RJ

“Parabéns. Foi extremamente rápido. Adorei a bolsa e já estou usando.”
Meire Cassiano, São Paulo, SP

“Os produtos foram entreges dentro da data prevista. E as bolsas são bem feitas. Eu recomendo os produtos.”
Daniela Araujo, Santos, SP

Anúncios

Atriz Marcelia Cartaxo visita Babel das Artes

Ontem recebemos uma visita rápida da paraibana Marcelia Cartaxo no estande da Babel das Artes, no Capim Fashion.

A atriz esteve durante toda a semana participando do FestAruanda no Hotel Tambaú — onde está sendo realizada a feira em que participamos — para receber um prêmio e também para realizar uma oficina de atores.

Foi uma emoção atender Marcelia, da qual somos fãs. Em nossa loja ela comprou uma carteira de palha customizada, com estampa tribal e até posou pra foto, mas a bateria nos deixou na mão. Ela prometeu voltar pra gente tentar de novo… Se conseguirmos um clique, a gente volta neste post para substituir esta foto.

A imagem que ilustra este post é de uma cena do filme Hora da Estrela, baseado na obra de Clarice Linspector e dirigido por Suzana Amaral em 1985. A película foi restaurada este ano e exibida em 35mm durante o FestAruanda. Pela atuação no filme, Marcelia Cartaxo recebeu o prêmio Urso de Prata, no Festival de Berlim.

Flores de escama de peixe atraem atenção de cliente

maria-do-carmoElas entraram na Babel das Artes e foram fisgadas pelas flores de escama de peixe. Depois, se encantaram com a loja toda. A Maria do Carmo (esq.) não resistiu e levou, além de rosas de escama, flores feitas com folhas desidratadas, montando assim um buquê bem original. Partiu pra estante das cerâmicas e arrematou pequenas peças decorativas, com motivo rupestre, feitas por uma cooperativa do interior do Rio Grande do Norte. Finalizou com o livro didático de gramática escrito em versos de cordel, de autoria do professor de literatura e autor de cordel Janduhi Dantas. Ela gosta messsmo de artesanato.

Alegria e disposição pra garimpar arte popular

marisa+olgaMarisa e Olga vieram passear em João Pessoa. Uma é socióloga, a outra antropóloga. Apaixonadas por arte popular e artesanato, já tinham no roteiro uma passagem pelo Mercado de Artesanato, em Tambaú, e uma parada na Babel das Artes, que Marisa conheceu pela internet.

Elas se encantaram com a loja. Encontraram presentes pra elas e pra amigos e parentes. Mas não foi fácil decidir o que levar. Foram várias agradáveis visitas pra escolher carteiras e bolsas de chita, das Cabritas de Boa Vista/PB; bijoux feitas com escamas de peixe, da Flor do Mar; miniaturas de cerâmica de Serra Branca/PB. Com dificuldade, Marisa deixou pra trás a boneca feita com papel machê e cabaça, do artista paraibano Babá Santana (ela continua sentadinha, esperando o seu pedido).

Arquiteta apaixonada por bijoux artesanal

caroleneA arquiteta Carolene veio de Curitiba/PR para João Pessoa, participar de um Congresso na cidade. Terminado o evento, sobrou um tempinho pra conhecer o Mercado de Artesanato, em Tambaú.

Apaixonada por anéis, na Babel das Artes ela encontrou peças diferenciadas. Adorou o trabalho de uma família de artistas de Goiânia/GO, que faz anéis e brincos mesclando metal com cristal, miçangas ou strass. Levou dois anéis. Gostou também das bijoux feitas com escamas de peixe, por uma associação de mulheres de Recife/PE. Escolheu uma chiquinha pra prender o cabelo.

Carolene, não espere outro Congresso pra visitar a gente.

Ensinando a prática do consumo consciente

Carla+PilarCarla não conhecia a Babel das Artes. Veio a pedido de uma amiga que estava de férias em João Pessoa e foi embora sem conseguir comprar um de nossos cabideiros. Ela e a filhinha Pilar se encantaram com a loja e a coleção de peças feitas com escamas de peixe.

Levou um broche em forma de rosa pra ela e a Pilar saiu com um colar Diamantina no pescoço (na foto dá pra ver). Em suma, comprou o cabideiro para a amiga e garantiu outro pra ela. Valeu o passeio, hein?

O legal é ver mães ensinado filhas a praticar o consumo consciente: as peças de escamas de peixe são produzidas por uma associação de mulheres de Recife/PE capacitadas pela designer Cleide Cunha.

Cliente se encanta com as peças da Babel das Artes

TatyanaTatyana mora em João Pessoa. É apaixonada por arte popular. Leu sobre a BABEL DAS ARTES no guia Cenário Cultural e veio conferir. Adorou!! E nós também. É muito bom receber quem valoriza o talento do artesanato.

Ela se jogou nos ímãs de geladeira do Divino Espírito Santo. Pegou todos (e ainda queria mais). Levou também uma linda tigela de cerâmica feita por uma artista da Fundação Jovem Artesão, de Recife/PE.

Depois, partiu pros presentes. Uma carteira em patchwork, da designer Dadá, que fisgou imediatamente a Tatyana por seu acabamento primoroso. E ainda um colar Diamantina, com cordão em fio prata, cascalhos de quartzo e uma rosa de escamas de peixe. Arrasou.